Saga

Tendo sua origem bastante antiga, a nomenclatura "saga" diz respeito, na literatura, a narrações de origem nórdica, escritas, em sua maioria, em prosa. Tendo como temas frequentes a miscelânea entre religião, mitologia e aspectos religiosos, esse gênero literário, normalmente, não possui autor, ou melhor, aparece de forma anônima.

Em relação à importância, qualidade e conhecimento, as sagas provenientes da Islândia são as mais famosas. E quanto ao seu conteúdo, realmente a prosa sobressai-se no corpo dos escritos, porém poemas e versos podem ser encontrados no decorrer do texto. Normalmente utiliza-se temas realistas, podendo, também, apresentar fantasia como composição do texto, tratando, na maioria das vezes, acerca de lendas.

Cada saga, isto é, cada conjunto de histórias, acredita-se que seja de um único escritor, que teve como base tradições orais de tempos passados. Os estilos e os assuntos utilizados pelos autores diferem-se bastante. No princípio falava-se acerca de religião, principalmente sobre o catolicismo, nas figuras de bispos e santos.

Com o mesmo significado apresentado anteriormente, o gênero textual saga, nos dias de hoje, também pode relacionar-se a séries de obras literárias que mantêm algum argumento comum, geralmente com caráter épico. Como é o caso do conjunto de livros de autoria de J.R.R. Tolkien “Senhor dos Anéis”, com cada publicação tendo uma nomenclatura particular, porém com as edições seguintes à primeira mantendo o foco proposto no primeiro exemplar.

Seguindo a linha das sagas modernas, mas sem um caráter épico, encontra-se a escritora Stephanie Meyer, com o seu conjunto de livros que leva o nome de "Crepúsculo". Posteriormente às obras escritas da autora em questão, houve o lançamento de um único filme que trata do tema dos livros. Igualmente ocorreu com “Senhor dos Anéis” que teve vez nas telas de cinema. Assim que se tornam filmes, continuam sendo denominados sagas. O mesmo acontece com obras não-literárias, como é o caso da série “Star Wars”, que, neste caso, mantém a característica épica.

Arquivado em: Gêneros Literários