Alelos

Por Débora Carvalho Meldau
O alelo é uma das diversas formas de um certo gene, ocupando uma posição num certo cromossomo, conhecida por locus.

Existem organismos que são diplóides, ou seja, possuem pares de cromossomos homólogos nas suas células somáticas, onde estão presentes duas cópias do mesmo gene. Deste modo, os seres que possuem duas cópias idênticas do um dado gene, são denominados homozigóticos e, os seres que possuem alelos distintos são denominados heterozigóticos.

No entanto, existem exceções no modo como um heterozigoto se expressa fenotipicamente. Um exemplo é a dominância incompleta, que ocorre quando os alelos misturam suas características no fenótipo. Um segundo exemplo é a codominância, quando os alelos se expressam simultaneamente.

Existem também os alelos múltiplos ou polialelia, que é uma série formada por três ou mais alelos, pertencentes a um mesmo gene, ocorrendo aos pares, mas com diversas possíveis combinações.

Os alelos múltiplos são resultados de mutações sucessivas ocorridas nos genes de um determinado locus. Cada gene mutante que surge estabelece condição para o aparecimento de mais uma nova expressão fenotípica daquele determinado caráter, naquela espécie.

Fontes:
http://www.ufv.br/dbg/labgen/almult.html
http://www.virtual.epm.br/cursos/genetica/htm/defini.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alelo