Petrobras e o Petróleo no Brasil

Criada em 1953 pela Lei 2.004 a Petrobras S.A. destina-se à prospecção (estudo preliminar de um local), extração, refino e distribuição do petróleo. Com 12.895 poços produtores de petróleo, a estatal brasileira está entre as 500 maiores empresas do mundo segundo a revista Fortune.

petrobrasA história da Petrobras se confunde com a própria história da exploração do petróleo no Brasil.

Embora a primeira perfuração de um poço de petróleo no país tenha ocorrido em 1897, por um fazendeiro de São Paulo, foi só após a década de 30 que o governo começou a investir na “nacionalização dos bens do subsolo” devido à presença de empresas estrangeiras.

Curiosamente, um dos maiores incentivadores de tal campanha foi um importante escritor brasileiro: Monteiro Lobato. Ao voltar dos EUA, onde se encantara com a perspectiva de um país próspero para seus habitantes, ele se tornou um grande articulador da conscientização popular através de palestras, artigos em jornais, livros sobre o assunto e até cartas ao então presidente, Getúlio Vargas que, em 1939 cria o CNP – Conselho Nacional de Petróleo – tornando o petróleo um recurso da União.

Mais tarde, no início da década de 50 a esquerda brasileira lança a campanha “O Petróleo é Nosso” contra a tentativa dos chamados “entreguistas” de propugnar a exploração do petróleo brasileiro por empresas ou países estrangeiros alegando que o país não possuía recursos nem técnica suficiente para fazê-lo.

Em resposta, Getúlio Vargas assina a Lei 2.004 de 1953, criando a Petrobras.

Plataforma de Petróleo. Foto: marchello74 / Shutterstock.com

Plataforma de Petróleo. Foto: marchello74 / Shutterstock.com

Desde então, a produção que era de apenas 2.700 barris por dia saltou para 1.920 mil barris por dia, colocando a maior empresa do Brasil no 12º lugar entre as empresas do ramo do petróleo no mundo.

A Petrobras é uma empresa de economia mista, ou seja, tem a atuação controlada pelo Estado que detém mais da metade das suas ações ordinárias. Com um faturamento de US$72,3 bilhões de dólares, possui 63 sondas de perfuração sendo 44 marítimas, 12.895 poços produtores, 103 plataformas de produção, 16 refinarias, 31.089 km de dutos e 5.870 postos de combustível e ainda investe na área de combustíveis renováveis e pesquisa (dados de 2006).

No Centro de Pesquisas da Petrobrás, o Cenpes – Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Miguez de Mello, são desenvolvidas tecnologias tanto para melhorar os processos existentes, quanto para buscar novas fontes de energia renovável. Criado em 1963, o Cenpes foi de fundamental importância na história das conquistas da Petrobrás. Agora, a Petrobrás pretende conseguir até 2011, através do Proger (Programa Tecnológico de Energias Renováveis) criado em 2004 pelo Cenpes, atingir a meta de fornecer 240MW da energia utilizada pelo grupo através de fontes renováveis.

Em seu Planejamento Estratégico 2004-2015 a Petrobrás garante investir até 0,5% em pesquisas relacionadas a fontes renováveis de energia como o biodiesel, a biomassa, o álcool (ver biocombustíveis), a energia eólica, a energia solar, e muitas outras, que visam o desenvolvimento sustentável.

Fontes:
- http://www2.petrobras.com.br/portal/petrobras.htm
- http://www.comciencia.br/reportagens/

Arquivado em: Geografia