Mouse

Mouse é uma palavra do inglês, que traduzido para o português significa Rato. Este é um termo muito utilizado para definir um componente de hardware muito importante para o computador, utilizado para posicionar o cursor (uma seta geralmente) na tela do computador. O mouse tem uma história muito peculiar, pois foi tido como uma invenção medíocre e sem futuro, sendo atualmente um componente muito importante para trabalhar, jogar e utilizar as mais variadas funções dos computadores, sendo em alguns casos indispensável.

O mouse foi o ponto chave para a criação da interface gráfica, ou seja, ele ajudou a revolucionar a computação. A Xerox (empresa que criou a interface gráfica) não deu a devida importância para a criação e a deixou livre. Um dos chefes da empresa chegou a comentar que ninguém iria comprar algo com Rato (mouse) no nome.

A patente do mouse rendeu a seu inventor, Douglas Englebart, 10 mil dólares, primeiramente, e alguns prêmios mais tarde. Este componente só passou a ter grande utilidade 15 anos após sua invenção, quando a Apple lançou o Macintosh. Um ano antes, a Microsoft, que havia copiado e modificado o Macintosh, lançou um computador com interface gráfica e mouse, porém a empresa não soube criar um computador em que o mouse tivesse um papel importante.

O mouse começou sendo de madeira, e com um só botão. Passou a evoluir cada vez mais, junto com os computadores. Foi criada a bolinha giratória, para ajudar na interatividade, e o mouse sem fio. Antigamente, possuíam uma peça em formato esférico que girava enquanto o usuário deslizava o mouse por uma superfície plana. Esta esfera ativava mecanismo que detectavam o movimento, e para qual direção o mouse tinha sido movido. Atualmente os mouses têm um LED (outros usam lasers), um emissor de luz que detecta os movimentos e transmite para o computador.

Atualmente os notebooks estão tirando lugar dos mouses, ainda assim, muitos usuários de notebook carregam um mouse. O notebook tem um aparelho diferente do mouse, que detecta o movimento em sua superfície (touchpad).

A tecnologia não deixa de evoluir, nem mesmo nos mouses. Já existem alguns que não tem atrito nenhum ao manusear. Estes têm uma tecnologia magnética que os faz flutuar.

Referencias:
http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=52172.0

Arquivado em: Informática