Áreas Verdes Urbanas

Por Marina Martinez
As áreas verdes urbanas são espaços físicos urbanos com prevalência de vegetação arbórea de grande importância no aumento da qualidade de vida da população. Fazem parte destas áreas os jardins públicos, as praças, os parques, complexos recreativos e esportivos, cemitérios, entre outros.

Quanto a sua classificação, as área verdes urbanas podem ser:

Urbanas privadas e semi-públicas: Fazem parte desta categoria os jardins residenciais, hortos urbanos, verde semi-público.

Urbanas públicas: Estão inclusas nesta categoria os parques urbanos, as praças, complexos recreativos e esportivos, jardim botânico e zoológico, cemitérios, entre outros.

Sub-Urbanas: Pode-se citar como exemplo nesta categoria o cinturão verde

parques urbanosA arborização urbana, além da função paisagística, proporciona inúmeros benefícios à população, tais como:

  • Redução da poluição devido aos processos de oxigenação, neutralizando seus efeitos na população;
  • Diminuição da poluição sonora, reduzindo ruídos das grandes cidades;
  • Diminui as temperaturas externas, absorvendo parte dos raios solares;
  • Redução na velocidade dos ventos;
  • Sombreamento;
  • Abrigo à fauna existente;
  • Influencia no balanço hídrico;
  • Valorização visual e ornamental do espaço urbano;

Para preservar as áreas verdes urbanas e manter um conjunto de árvores vitais e com aspecto visual conservado é necessário manter alguns procedimentos como:

  • Realizar podas em árvores que possuem galhos, secos, lascados ou podres;
  • Fazer a extração de árvores que oferecem risco de queda ou problemas fitosanitários que não podem ser reparados;
  • Substituição das árvores extraídas por novas árvores;
  • Poda de levantamento de copa;
  • Evitar e cuidar das possíveis pragas e doenças;
  • Manter o gramado capinado e fazer a poda das arbustivas;
  • Diversificar as espécies para plantio e priorizar as espécies nativas;

O uso público das áreas verdes urbanas está relacionado com sua conservação, manutenção e segurança que estes espaços recebem. É papel dos órgãos públicos gerenciarem estas áreas e dever da população mantê-las conservadas.

Ao planejar uma área verde urbana, é de extrema importância analisar as espécies de árvores a serem utilizadas, analisando fatores como adaptabilidade, sobrevivência e o desenvolvimento no local de plantio.

Referências Bibliográficas:
http://www.ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./urbano/index.html&conteudo=./urbano/arborizacao.html
http://educar.sc.usp.br/biologia/prociencias/areasverdes.html
http://www.unicentro.br/EDITORA/REVISTAS/AMBIENCIA/v1n1/artigo%20125-139_.pdf