História do Paraná

Por Thais Pacievitch
No século XVI, as terras que hoje fazem parte do estado do Paraná, pertenciam a Capitania de São Vicente. Nessa época, a região era visitada por exploradores europeus em busca de madeira de lei. Somente no século XVII, em 1660, foi iniciada a colonização, com a fundação da Vila de Paranaguá, por colonos e jesuítas espanhóis. Curitiba, atual capital do estado, também foi fundada logo no início da colonização das terras paranaenses, tendo sido elevada a vila em 1693.

A descoberta de ouro em Paranaguá atraiu os portugueses, não só para o litoral, mas também para o interior. Quando, posteriormente, foi descoberto o ouro em Minas Gerais, a exploração na região paranaense diminuiu. Grandes extensões de terra já ocupadas por famílias ricas passaram a serem utilizadas na criação de gado.

Com o crescimento da exploração de ouro em Minas Gerais, cresceu também a demanda por gado e eqüinos na região. Como as grandes criações de gado e de eqüinos estavam localizadas ao sul (no Rio Grande do Sul, Paraguai e Argentina), foi aberto um caminho pelo qual o gado e os eqüinos seriam transportados, que ligava a Vila de Sorocaba (em São Paulo), a Viamão (no Rio Grande do Sul). A esse caminho deu-se o nome de “Caminho de Viamão”.

O gado e as mulas eram comprados na grande feira realizada em Viamão, e levados pelos tropeiros até a Vila de Sorocaba pelo Caminho de Viamão. Com o passar do tempo, as paradas ou os locais de pouso dos tropeiros, foram sendo povoados, dando inicio a novos municípios que atualmente formam um roteiro turístico, chamado de Rota dos Tropeiros.

Em 1853 a Província de São Paulo foi desmembrada, dando início à história oficial do Paraná, embora o Paraná só tenha se tornado um estado em 1859. A palavra Paraná tem origem no guarani, e significa rio caudaloso. Com o programa de imigração européia, foram trazidos alemães, poloneses e italianos para o estado. Ao fim do século XIX, a erva-mate passou a ser o principal produto produzido no estado, onde também era grande a produção de café e a exploração de madeira. Nessa mesma época, dando um impulso da economia, entraram em funcionamento as primeiras estradas de ferro.

A Guerra do Contestado, conflito ocorrido no limite entre o Paraná e Santa Catarina, entre 1912 e 1916 foi o principal conflito ocorrido na história do estado do Paraná.