Gado Brangus

Por Débora Carvalho Meldau
O Brangus é uma raça sintética que foi criada simultaneamente nos Estados Unidos, Austrália, Brasil e Argentina, através do cruzamento entre a raça Brahman e a Aberdeen Angus a mais de cem anos atrás. O objetivo de sua formação foi atender a necessidade de um gado adaptado às regiões mais difíceis de criação do gado europeu. No Brasil, as primeiras pesquisas surgiram no ano 1945, no Rio Grande do Sul, sendo que a raça foi oficializada apenas 10 anos mais tarde.

Características raciais

Esta é uma raça de tamanho médio. Seu pêlo é fino e brilhante; possui uma pelagem de coloração negra ou castanha, apresentando algumas pintas brancas na região umbilical; pele de espessura fina e média, bem pigmentada.

Os animais são volumosos, compridos; possuem boa profundidade, costelas bem arqueadas e separadas; dorso e o lombo são amplos e compridos com boa cobertura muscular; as linhas superiores e laterais são retas e linha baixa também; possui posteriores amplos, de contornos alongados, com musculatura forte.

Nas fêmeas, além das características citadas, observa-se um bom desenvolvimento e amplitude dos ossos da coxa e sacro e bom desenvolvimento do úbere e tetas.

Aptidão

Esta raça é voltada para corte, sendo que a cruza entre a raça Brahman e a Angus buscou unir em uma única raça as características de rusticidade do Zebu, com qualidade de marmoreio e, fertilidade e precocidade existente no Angus.

Adaptabilidade

A raça zebuína conferiu ao Brangus o elemento essencial de adaptação ao clima subtropical, conferindo-lhe resistência à parasitas internos e externos, rusticidade, tolerância ao calor e a diferentes tipos de pasto, possibilitando sua criada do norte ao sul do Brasil.

Fontes:
http://www.semenbovino.com.br/brangus.htm
http://www.brangusveracruz.com.br/frame_brangus.html
http://www.argen.com.br/historiaracas.asp?raca=18
http://www.brangus.com.br/raca_brangus.htm
http://www.estanciaolhosdagua.com.br/content/raca/brangus.php
http://www.cnpc.org.br/news1.php?ID=586