Kaiser

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Kaiser é o termo alemão para imperador.

Proveniente do segundo nome do destacado imperador romano Julio César, Kaiser é uma adaptação da língua germânica para César. Embora o termo tenha sido utilizado, inicialmente, entre os populares para identificar o chefe de família, senhores de terra ou nobres em geral, com o passar do tempo adquiriu a conotação de título monárquico de mais alto nível, usado para o soberano governante. A origem dessa adaptação está, precisamente, no reinado de Carlos Magno, no ano 800, quando reivindicou um tratamento igual ao dos representantes do Império Bizantino e dos muçulmanos. Quando o império de Carlos Magno foi partilhado, o título de Kaiser permaneceu na região germânica.

Acreditando partilhar da herança romana, os imperadores utilizavam a denominação de Kaiser justamente como referência ao título de César no Império Romano. Assim, entre 962 e 1806, o título foi utilizado pelos soberanos do Sacro-império Romano. No Império Austríaco, a partir de 1806, os imperadores continuaram utilizando o título de Kaiser. Já no que se refere ao Império Alemão em específico, o qual teve sua unificação tardia impulsionada pela região da Prússia, teve três Kaiseres em sua história: Guilherme I, Frederico III e Guilherme II. Nesta ordem. Foi o último destes que esteve à frente do Império Alemão durante a Primeira Guerra Mundial e sua conduta causou o fim deste Império.

O termo Kaiser é utilizado com ligeiras adaptações em outros territórios que possuem influência da língua germânica ou eslava. Sem realizar a tradução do termo, pode parecer que o mesmo é específico do Império Alemão, quando, na verdade, significa imperador e, como já dito, é proveniente do segundo nome de Júlio César. Aliás, pode-se encontrar também em português a grafia Cáiser para o título.

Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Kaiser

Arquivado em: Alemanha, Política