Locução Prepositiva

Por Ana Paula de Araújo
Em português, denominamos LOCUÇÃO a estrutura composta por mais de um vocábulo, mas que possui características semânticas e sintáticas de uma só palavra. Em outras palavras, temos uma locução quando esta estrutura funciona como UM(a) verbo (Locução Verbal), um advérbio (Locução Adverbial), uma conjunção (Locução Conjuntiva), uma interjeição (Locução Interjetiva) ou uma preposição (Locução Prepositiva). Vamos nos deter por ora nesta última: a LOCUÇÃO PREPOSITIVA.

Segundo a definição do Gramático Rocha Lima, LOCUÇÕES PREPOSITIVAS são duas ou mais palavras que desempenham o papel de uma preposição. Nessas locuções, a última palavra é sempre uma preposição, ou seja, já se encontra dentro desta classe morfológica.

Vejamos algumas das locuções prepositivas mais utilizadas:

  • Ao lado de
  • Antes de
  • Além de
  • Adiante de
  • A respeito de
  • Acima de
  • Abaixo de
  • Depois de
  • Em torno de
  • A par de
  • Apesar de
  • Através de
  • De acordo com
  • Por causa de
  • Quanto a
  • Junto a
  • Em atenção a
  • Graças a

Exemplos:

  • O moço ia adiante de seu grupo, como um verdadeiro líder.
  • Mande esta correspondência em atenção a Maria do Carmo.
  • Junto a nós, estavam os familiares da noiva.
  • Graças a Deus, tudo deu certo!

- As preposições a e de se juntam ao artigo definido e a alguns pronomes, constituindo-se os seguintes tipos:

  • a + o = ao
  • a + os = aos
  • a + a = à
  • a + as = às
  • a + aquele = àquele
  • a + aquela = àquela
  • a + aqueles = àqueles
  • a + aquelas = àquelas
  • a + aquilo = àquilo
  • de + o = do
  • de + este = deste
  • de + esse = desse
  • de + isto = disto
  • de + aquele = daquele

Exemplos:

  • Ele pediu ao pai que se livrasse daquele carro, pois sabia dos problemas que ele poderia causar àquela família.

- Também se adicionam ao artigo as preposições em e por:

  • no – na – nos – nas – pelo – pela – pelos – pelas

Exemplos:

  • Não estava nos planos do casal passar pela casa de seus familiares...

- Aos artigos indefinidos, podem associar-se as preposições de e em:

  • de + um = dum
  • de + uma = duma
  • de + uns = duns
  • de + umas = dumas
  • em + um = num
  • em + uma = numa
  • em + uns = nuns
  • em + umas = numas

Exemplos:

  • Num daqueles dias de inverno, precisamos dumas ferramentas e fomos obrigados a ir à cidade.

Fonte:
ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática Normativa da Língua Portuguesa: prefácio de Serafim da Silva Neto. – 45ª ed. – Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.