Verbo haver

Por Emerson Santiago
O verbo haver, dentro da língua portuguesa, é sinônimo de um conjunto substancial de palavras, o que significa que pode ser usado nas mais variadas ocasiões. Isso faz com que seu uso acabe envolto por algumas dúvidas recorrentes. Esse artigo se dedica a analisar as várias facetas desse importante verbo.

Para começar, o verbo haver pode assumir o significado de “ocorrer” ou “existir”, sendo desse modo impessoal, ou seja, ele permanece na terceira pessoa do singular, por não ter sujeito. Exemplos:

Enquanto há vida, há esperança.

Aqui há muitas casas sem número.

Houve momentos de emoção durante a viagem.

É frequente na linguagem coloquial trocarmos o verbo haver pelo verbo ter, com o sentido de existir. Já a norma culta considera inadequada tal prática. Assim, é inaceitável, dentro de um contexto formal, as frases abaixo:

Enquanto tiver vida, tem esperança.

Aqui tem muitas casas sem número.

Teve momentos de emoção durante a viagem.

Ainda no mesmo caso, existe um outro aspecto, o da flexão. Os verbos existir e ocorrer têm sujeito e, portanto, flexões de número e pessoa:

Não existem fantasmas.

Ocorrem muitos acidentes naquela rodovia.

O mesmo não ocorre com o verbo haver, que, utilizado como sinônimo das duas palavras, permanece, porém, no singular:

Não há fantasmas.

Há muitos acidentes naquela rodovia.

Importante lembrar que os verbos auxiliares assumem o comportamento dos verbos principais. Exemplo:

Deverão ocorrer mudanças.

Deverão existir mudanças.

Deverá haver mudanças.

No sentido de existir e de ocorrer, bem como para exprimir tempo decorrido (Há dois anos...), o verbo haver permanece invariável.
Exemplo:

Esperávamos que não houvesse mais acidentes.

Isso não significa que o verbo haver nunca é convertido para o plural. Ele pode, por exemplo, ser um verbo auxiliar (sinônimo de “ter” nos tempos compostos):

Eles haviam chegado cedo.

Eles tinham chegado cedo.

Outro aspecto do verbo haver é que ele também pode ser usado como sinônimo de fazer, na indicação de tempo transcorrido ou de intervalo entre dois fatos. Nesse caso, os dois se comportam sem variação:

Há meses que não vejo meus primos. / Faz meses que não vejo meus primos.

Havia dois anos que não encontrava aquela mulher. / Faz dois anos que não encontrava aquela mulher.

Haver é sinônimo de obter quando usado como verbo pessoal (com sujeito):

Houveram mais verbas para a obra.

Caso semelhante acontece quando haver surge como sinônimo de considerar:

O juiz houve por bem anular o julgamento.

Haver pode assumir ainda o significado de comportar-se:

Eles se houveram muito bem na reunião.

Com a significação de entender-se:

Ele terá que haver-se comigo.

O plural também pode aparecer quando usado com o sentido de “desempenhar”:

As moças houveram-se bem em todos os jogos.

Conjugação do verbo haver

Indicativo

Presente Pretérito perfeito Pretérito imperfeito
eu hei eu houve eu havia
tu hás tu houveste tu havias
ele/ela ele/ela houve ele/ela havia
nós havemos / hemos nós houvemos nós havíamos
vós haveis / heis vós houvestes vós havíeis
eles/elas hão eles/elas houveram eles/elas haviam

.

Pret. mais-que-perfeito Futuro do presente Futuro do pretérito
eu houvera eu haverei eu haveria
tu houveras tu haverás tu haverias
ele/ela houvera ele/ela haverá ele/ela haveria
nós houvéramos nós haveremos nós haveríamos
vós houvéreis vós havereis vós haveríeis
eles/elas houveram eles/elas haverão eles/elas haveriam

Bibliografia:
NICOLETI. Thaís. Verbo ''haver'' e suas diferentes construções. Disponível em: < http://educacao.uol.com.br/dicas-portugues/verbo-haver-e-suas-diferentes-construcoes.jhtm >.
Verbos unipessoais. Disponível em: < http://www.projetosat.com/eea/site_beta/materias/portugues/gramatica/verbo/verbo_unipessoais-pt.html >.

http://www.conjuga-me.net/verbo-haver