Vogal temática

Por Emerson Santiago
Em língua portuguesa, é chamada de vogal temática uma vogal, parte componente de um verbo, que serve para indicar a sua conjugação. Esta vogal se localiza depois do radical, e, em alguns casos, agrega-se ao radical, formando com este uma base para receber as desinências.

Em português temos uma classificação básica para as vogais temáticas:

  1. vogal “a”, que caracteriza os verbos da primeira conjugação, a exemplo de cantar, deixar, falar;
  2. vogal “e”, que caracteriza os verbos da segunda conjugação, a exemplo de comer, receber, conter.
  3. vogal “i”, que caracteriza os verbos da terceira conjugação, a exemplo de surgir, cair, assistir.

O verbo pôr e seus derivados (depor, supor, compor, etc.) pertencem à segunda conjugação, pois, na verdade sua vogal temática é “e”, sendo esta originária da forma portuguesa arcaica poer, do latim ponere.

O conjunto formado pelo radical e pela vogal temática de um verbo recebe o nome de tema.

Há ainda uma outra forma de classificação da vogal temática:

  1. verbal
  2. nominal

A vogal temática verbal por sua vez, desdobra-se em três tipos:

  1. vogal “a” - para os verbos da 1ª conjugação - ar
  2. vogal “e” - para os verbos da 2ª conjugação - er
  3. vogal “i” - para os verbos da 3ª conjugação - ir

De modo semelhante, temos três tipos de vogal temática nominal:

  1. vogal “a” - para os substantivos terminados em “a" – casa, mala, sala, etc.
  2. vogal “o” - para os substantivos terminados em “o" – carro, livro, sexto, etc.
  3. vogal “e” - para os substantivos terminados em “e" – gole, sete, sorte, etc.

Mas, tanto para os verbos, quanto para os substantivos, temos formas atemáticas.

No caso dos verbos, as formas atemáticas se destacam no tempo presente do

subjuntivo:

  • Cante -  cant / e - para a primeira conjugação
  • Venda - vend / a - para a 2ª conjugação
  • Parta - part / a - para a 3ª conjugação

No caso dos substantivos, as formas atemáticas são aquelas terminadas por vogal tônica:

pé, rapé, sofá, caju, saci, cipó, etc.

Vistas as formas de classificação da vogal temática, podemos aplicar as definições vistas em um exemplo:

  • Verbo assistir

Tomemos duas formas desse verbo:

assistiremos (1ª pessoa plural futuro) e assistíamos (1ª pessoa plural pretérito imperfeito)

nelas identificamos:

  1. o radical ass-
  2. a vogal temática -i-
  3. o elemento -mos, comum às duas formas e que, associado ao pronome nós, traz uma marca de pessoa (a primeira) e de número (plural);

Bibliografia:
Vogal temática. Disponível em: <http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf3.php >.

Verbo - estrutura: Radical, vogal temática e desinências. Disponível em: < http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/verbo---estrutura-radical-vogal-tematica-e-desinencias.htm >.