Ostrogodos

Por Felipe Araújo
Os ostrogodos se originaram de um povo germânico chamado godo. Em sua obra “De origine actibusque Getarum”, em português “A origem e as façanhas dos Godos”, o historiador do Século VI, Jordanes, conta que os godos surgiram das regiões meridionais escandinavas, eram distinguidos de outros povos por usarem espadas curtas, escudos redondos e por serem extremamente fiéis aos seus superiores.

No começo, os godos mantinham uma unidade, mas com o passar do tempo acabaram dividindo-se em duas partes. Uma delas ficou denominada como os visigodos, que eram os godos do Oeste e a outra eram os ostrogodos, que eram do Leste.

O incidente que acabou separando os visigodos dos ostrogodos foram as invasões hunas nas imediações do Mar Negro, nas fronteiras do Império Romano. Antes disso, os dois povos eram governados pelo rei Hermenerico. Porém, com as invasões hunas, Hermenerico acabou cometendo suicídio e foi sucedido por dois reis: Vitimiro e Fritigerno. O primeiro liderou as fileiras dos ostrogodos e o segundo governou os visigodos.

O auge do povo ostrogodo ocorreu no século 3, quando formou um grande império na região norte do mar Negro. A partir do século 5, o reino ostrogodo começou a entrar em decadência após uma série de conflitos com os hunos e o Império Bizantino. Com as guerras e diversas mortes, os ostrogodos foram perdendo a coesão e acabaram sendo eliminados.

Apesar de ser considerado um povo bárbaro, os ostrogodos demonstravam aspectos interessantes como sua agricultura e religião, além disso, foram de suma importância e influenciaram o modo de vida na Idade Média. Suas principais características eram o fato de se organizarem em aldeias rurais, praticarem o cultivo de cereais como trigo, feijão, ervilha e cevada.

Para obterem o couro que utilizavam em suas indumentárias, carne; e leite para alimentação, criavam gado. Sua cultura guerreira era uma forma de conseguir mais alimentos para a população, pois os ostrogodos saqueavam alimentos e riquezas dos povos derrotados. Sua religião era politeísta, representada em Odin como seu líder principal e acreditavam em vida após a morte.

Principais Reis Ostrogodos:

  • Vitimiro - 375-376
  • Viderico - 376-?
  • Valamiro - 454-465
  • Videmiro - 454-473
  • Teodomiro - 454-474
  • Teodorico, o Grande - 474–526
  • Atalarico - 526–534
  • Amalasunta - 534–535
  • Teodato - 535–536
  • Vitige - 536–540
  • Ildibaldo - 540–541
  • Erarico - 541–541
  • Totila ou Baduila - 541–552
  • Teia, Teya, Teias - 552–553

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Godos
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ostrogodos
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-eram-os-barbaros