Mar Negro

Mestra em Geografia (Unicamp, 2017)
Bacharela em Geografia (USP, 2014)
Licenciada em Geografia (UEL, 2009)

Publicado em 27/06/2019

O Mar Negro é um mar interior localizado entre o sudeste da Europa e o extremo oeste da Ásia. Suas águas banham o litoral da Romênia, Bulgária, Ucrânia, Rússia, Geórgia e Turquia. Sua única conexão com os oceanos é através dos Estreitos de Bósforo e Dardanelos.

O Estreito de Bósforo possui profundidade de apenas 40 metros ou menos em alguns locais, o que requer atenção dos navios que trafegam pelo local. Além de passar pelos Estreitos de Bósforo e Dardanelos, para chegar aos oceanos é preciso, ainda, passar pelo Mar Egeu para chegar ao Mar Mediterrâneo. A partir do Mediterrâneo é possível acessar o Oceano Atlântico pelo Estreito de Gibraltar e o Oceano Índico por meio do Canal de Suez.

Mar Negro fotografado por um satélite. Foto: NASA.

Características Físicas

O Mar Negro ocupa uma área de cerca de 436.400 km², possuindo aproximadamente 1.150 quilômetros de leste a oeste e aproximadamente 600 km de norte a sul. Sua profundidade máxima chega a 2.206 metros.

Por ser um mar fechado, o nível de suas águas não sofre oscilações, já que ele não é afetado por um regime de marés. Essa característica faz do Mar Negro um mar de águas calmas e sem ondas. Entretanto, a lenta troca de água com outros oceanos e mares faz com que suas águas tenham dificuldade de dispersar a poluição. A dificuldade de dispersar a poluição associada a pesca predatória, tem levado a intensa redução das populações de esturjão, golfinhos e tubarões.

A lenta troca de águas e as águas calmas são responsáveis por uma curiosa característica do Mar Negro. Sua camada mais profunda é formada por água anóxica, ou seja, água sem oxigênio diluído. A falta de oxigênio impede que peixes, plantas, fungos e bactérias aeróbicas se desenvolvam no fundo do mar. Por essa razão, navios naufragados há milhares de anos e até mesmo corpos de animais e seres humanos podem ser encontrados no fundo do Mar Negro em excelente estado de conservação.

Rios que deságuam no Mar Negro

Importantes bacias hidrográficas da Ásia e da Europa deságuam no Mar Negro, o que contribui para a poluição na região, uma vez que suas águas recebem detritos de uma área profundamente urbanizada e industrializada.

Entre os principais rios que deságuam no Mar Negro estão o Danúbio, maior rio da Europa, que nasce na Floresta Negra, na Alemanha, e atravessa 2850 km do continente europeu até desaguar na costa da Romênia, no Mar Negro, drenando uma área de 817.000 km².

Outro importante rio que deságua no Mar Negro é o Rio Dnieper, que nasce nas colinas de Valdai, no oeste da Rússia, e percorre 2201 km até desaguar na costa da Ucrânia no Mar Negro. Nesse trajeto, o Rio Dnieper, drena uma área de 516.300 km².

Aspectos Econômicos

O Mar Negro apresenta fundamental importância para o transporte comercial das nações litorâneas, principalmente para àquelas que tem no Mar Negro sua única saída para o mar: Bulgária, Romênia, Ucrânia, Moldávia e Geórgia.

Mesmo para a Rússia, que possui outros pontos de acesso ao oceano, os portos do Mar Negro são importantes para o escoamento da produção nacional, sobretudo de navios petroleiros. A intensidade de navios mercantes e petroleiros cruzando suas águas, fazem do Mar Negro uma das vias marítimas mais movimentadas do mundo.

Arquivado em: Hidrografia