Visigodos

Por Antonio Gasparetto Junior
Os Visigodos são um povo originário de uma divisão entre os Godos.

Os Godos são um povo germânico de origem Escandinava que surgiu em torno do ano 200. Em pouco tempo migraram para o sul e atacaram o Império Romano e a Grécia. Em consequência do ataque feito aos romanos, foram respondidos com severidade e se refugiarem na margem esquerda do Danúbio. Foi neste local que os Godos enfrentaram uma divisão interna e dividiram-se então em Visigodos e Ostrogodos.

Os Visigodos são originários do leste europeu. A maioria dos pesquisadores acredita que o nome tem origem no alemão e significa Godos do Oeste. Sua influência nos próximos 250 anos no continente europeu foi muito significativa.

Considerados povos bárbaros pelos romanos, os Visigodos entraram em conflito com o Império de Roma em algumas ocasiões. Mas apesar dos atritos, os Visigodos absorveram muitas características dos romanos, como é o caso do direito. O Direito Visigótico é uma compilação jurídica e cultural da forma de pensar dos romanos.

Os Visigodos percorreram um caminho na Europa que começou nos Bálcãs por volta do século IV e, logo após, avançaram pela Itália. Na ocasião da ameaça dos Hunos, os Visigodos foram ajudados pelos romanos, momento em que houve grande contato entre as culturas. Em retribuição, os Visigodos prestaram grandes ajudas aos romanos, mas o pacto de passividade foi quebrado e os povos considerados bárbaros atacaram Roma novamente.

Mas a presença mais marcante dos Visigodos foi na Península Ibérica. No século V, chegaram aos Pirineus com o propósito de estabelecer a paz na Península Ibérica que estava ocupada por Vândalos, Suevos e Alanos. A ação dos Visigodos logo fez anexar o território do reino suevo. Localizados na Península Ibérica, os Visigodos, que professavam o arianismo, tornaram o catolicismo a religião oficial.

Os Visigodos atacaram o sul da França e lá estabeleceram um duradouro reinado, o Reino de Toulouse, que durou de 418 até 507. Com o fim deste reinado continuaram penetrando na Península Ibérica e formaram um novo reinado, o Reino de Toledo, onde permaneceram de 507 até 711. Durante todo esse tempo permaneceram poderosos na região dominada e inseriram suas características. Hoje ainda é possível encontrar igreja em Portugal e na Espanha de construção dos Visigodos, marcando os únicos vestígios restantes da arquitetura de tal povo.

No século VIII, por fim, acabaram enfrentando movimentos de resistência e invasões que levaram ao fim da monarquia visigótica que havia sido estabelecida na Península Ibérica. A invasão muçulmana foi o principal fator para enfraquecer os Visigodos na região e encerrar seu reinado. A partir de então, os muçulmanos se tornaram muito presentes na Península Ibérica e estabeleceram-se no local por longos oito séculos, sendo que a região só voltou a ser dominada pelos habitantes do local após o duradouro processo de Reconquista que se encerrou apenas com a expulsão dos muçulmanos e a unificação da Espanha em 1492.

Mapa: https://marikaintegratedproject09.wikispaces.com/Visigoths