Farmacêutico

Graduação em Farmácia (Universidade Braz Cubas, UBC, 2012)

O farmacêutico é um profissional da saúde especialista na utilização, elaboração de estratégias para o uso correto de medicamentos, este também atua como manipulador de drogas , ou seja, tem habilitação na produção de medicamentos ou cosméticos.

Foto: Minerva Studio / Shutterstock.com

Foto: Minerva Studio / Shutterstock.com

A profissão farmacêutica não é apenas restrita às farmácias e drogarias como a maior parte da população imagina, esses profissionais atuam em ramos distintos da área da saúde como por exemplo acupuntura, administração hospitalar, análises clínicas, assistência domiciliar, atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência, bacteriologia clínica, bromatologia, citopatologia, controle de qualidade e tratamento de água, controle de vetores e pragas urbanas, análise físico-química do solo, cosmetologia, hematologia clínica, gerenciamento de resíduos de serviços de saúde, hemoterapia, genética humana, saúde pública, toxicologia, vigilância sanitária e bancos como os de cordão umbilical, de leite humano, de sêmen ou de sangue. Estima-se que esse profissional tenha por volta de setenta e oito áreas de atuação, o farmacêutico tem sido cada vez mais solicitado em inúmeros segmentos da área da saúde e afins por sua grade curricular extensa e generalizada.

Fábricas de medicamentos, drogarias, farmácias de manipulação e laboratórios de análises clínicas são grandes empregadores do profissional, assim como o setor público de saúde, representado pelas farmácias populares e pelos serviços de vigilância sanitária. Além disso os profissionais farmacêuticos podem atuar em áreas diversas de pesquisa científica.

O mercado de medicamentos no Brasil é um dos maiores no mundo ocupando a sexta colocação e podendo chegar até 2018 na terceira colocação do ranking mundial. Entre 2007 a 2011 o mercado brasileiro registrou um aumento da venda de medicamentos de 82,2% saindo da marca de 23,3 bilhões de reais para 43 bilhões. Esses registros mostram uma necessidade cada vez maior do profissional farmacêutico, já que todos os locais de dispensação da droga são obrigados a ter um técnico responsável graduado em ciências Farmacêuticas, desde as indústrias até os estabelecimentos de saúde.

A atividade da profissão farmacêutica no Brasil é regulamentada pela lei federal 5991/73 e pelo código de ética da profissão. Nestas temos atos regulatórios e valores éticos e morais condizentes a profissão. Além disso a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou em 1997 um documento onde orienta sobre o papel do farmacêutico nos sistemas de atenção à saúde, sendo 7 qualidades que esse profissional deve desenvolver para a prestação de serviços, por esse motivo frequentemente ouvimos dizer que os farmacêuticos são profissionais 7 estrelas. As competências que o farmacêutico deve obter é a capacidade de se comunicar, de tomar decisões, de prestar serviços em unidades de saúde, de ser um líder, competência em gerenciamento, ser atualizado pois a área tem inovações constantes e ser um educador.

Monteiro Lobato escreveu um breve discurso do que é ser farmacêutico e esse se tornou famoso pois descreve de forma sucinta o que o profissional representa para a sociedade:

"O papel do farmacêutico no mundo é tão nobre quão vital. O farmacêutico representa o órgão de ligação entre a medicina e a humanidade sofredora. É o atento guardião do arsenal de armas com que o médico dá combate às doenças. É quem atende às requisições a qualquer hora do dia ou da noite. O lema do farmacêutico é o mesmo do soldado: servir.

Um serve à pátria; outro serve à humanidade, sem nenhuma discriminação de cor ou raça. O farmacêutico é um verdadeiro cidadão do mundo. Porque por maiores que sejam a vaidade e o orgulho dos homens, a doença os abate - e é então que o Farmacêutico os vê. O orgulho humano pode enganar todas as criaturas: não engana ao farmacêutico. O farmacêutico sorri filosoficamente no fundo do seu laboratório, ao aviar uma receita, porque diante das drogas que manipula não há distinção nenhuma entre o fígado de um Rothschild e o do pobre negro da roça que vem comprar 50 centavos de maná e sene."

Assista ao vídeo abaixo sobre o curso de Farmácia-Bioquímica, produzido pela TV Unesp:

Referências bibliográficas:
CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Busca por áreas de atuação.

REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS. Evolução da profissão farmacêutica nos últimos 40 anos. Editorial.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. RESOLUÇÃO Nº  417, de 29 de setembro de 2004. Aprova o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. RESOLUÇÃO Nº 596, de 21 de fevereiro de 2014. Dispõe sobre o Código de Ética Farmacêutica, o Código de Processo Ético e estabelece as infrações e as regras de aplicação das sanções disciplinares.

http://www.ecofarmajr.com.br/2012/03/as-setenta-e-oito-areas-de-atuacao-do-profissional-farmaceutico/
http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/saude/farmacia-686065.shtml
http://www.guiadacarreira.com.br/profissao/farmacia/
https://www.pwc.com.br/pt/publicacoes/setores-atividade/assets/saude/pharma-13e.pdf

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Medicina, Profissões