Segurança em Laboratórios de Química

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

A ocorrência de acidentes em laboratório de química, infelizmente, não é tão raro como se possa supor. Com a finalidade de reduzir a frequência e a gravidade desses acidentes, torna-se absolutamente imprescindível que, durante os trabalhos realizados, se observe uma série de normas de segurança.

Ao se iniciar o trabalho em um laboratório, é fundamental conhecer-se os procedimentos de segurança que irão permitir uma atuação com um mínimo de risco. Lembre-se sempre: você é parte integrante de uma equipe. Sua responsabilidade perante o laboratório estende-se a seus colegas. A segurança no trabalho depende da ação de todos, e não apenas das pessoas encarregadas especificamente de promovê-la.

Para inicio de discussão, o trabalho em laboratório exige concentração máxima. Dessa forma, não converse desnecessariamente nem distraia seus colegas. Aja com calma e cautela em situações de emergência. Evite atos de heroísmo e não se afaste do local quando estiver esperando que uma reação acabe, pois podem ocorrer acidentes.

Abaixo estão reunidas outras recomendações importantes a serem seguidas durante o trabalho:

  • Não fume nas dependências do laboratório.
  • Não pipete nenhum tipo de produto tóxico com a boca, use pipetas automáticas ou peras de aspiração.
  • Não faça uso de bebidas alcoólicas durante o serviço.
  • Trabalhe sempre com o avental abotoado (fechado).
  • Use calçados fechados, de couro ou similar, nunca chinelos.
  • Não use roupas de tecido sintético ou outro material facilmente inflamável.
  • Não deixe de usar óculos de segurança nos laboratórios onde seu uso é obrigatório. Use-os quando for executar uma operação que represente riscos.
  • Não coloque materiais de laboratório em roupas ou gavetas de uso pessoal.
  • Não leve as mãos à boca ou aos olhos quando estiver manipulando produtos químicos.
  • Lave cuidadosamente as mãos com bastante água e sabão antes de cada lanche ou refeição.
  • Não coloque alimentos nas bancadas, armários e geladeiras dos laboratórios.
  • Não utilize vidraria de laboratório como utensílios domésticos.
  • Não se alimente nas salas de laboratório, procure as salas especiais.
  • Não use lentes de contato, elas podem ser danificadas por produtos químicos causando graves lesões.
  • Não se exponha às radiações ultravioleta, infravermelho ou luminosidade intensa sem proteção adequada (óculos com lentes filtrantes).
  • Feche todas as gavetas e portas antes de sair.
  • Certas dosagens bioquímicas se alteram em presença de luz de iodo, neste caso só acender a luz na hora de fazer a leitura.
  • Os laboratórios de bacteriologia devem ter seus balcões limpos pelo menos uma vez por semana com uma solução de formol.
  • Quando da coleta de sangue, nunca deixar a seringa com ar dentro antes de fazer a coleta. Pode MATAR o paciente!
  • Os materiais após seu uso e suspeitos não devem ser colocados na pia, sem antes um tratamento químico.
  • Mantenha as bancadas sempre limpas e livres de materiais estranhos ao trabalho.
  • Ao esvaziar um frasco de reagente, limpe-o com água antes de colocá-lo para lavagem.
  • Rotule imediatamente todo e qualquer preparado, reagente ou solução e amostras coletadas.
  • Retire da bancada os materiais, amostras e reagentes empregados no trabalho logo após terminá-lo.
  • Jogue papéis e materiais usados no lixo somente quando não apresentarem riscos.
  • Use pinças de tamanho adequado em perfeito estado de conservação.
  • Limpe imediatamente todo e qualquer derramamento de produtos e reagentes.
  • Em caso de derramamento de líquidos inflamáveis, faça o seguinte:
    • interrompa o trabalho.
    • avise as pessoas próximas sobre o ocorrido.
    • solicite ou efetue a limpeza imediatamente.
    • alerte o responsável pelo laboratório.
    • verifique e corrija o problema.

Referências:
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.1, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.
FELTRE, Ricardo; Fundamentos da Química, vol. Único, Ed. Moderna, São Paulo/SP – 1990.
HARRIS, Daniel c.; Análise Química Quantitativa, Ed. LTC, Rio de Janeiro/RJ – 1999.
HUMISTON, Gerard E.; BRADY, James E.; Química Geral, Ed. LTC, Rio de Janeiro/RJ – 2000.

Arquivado em: Química