Contexto

Por Paula Perin dos Santos
CONTEXTO

Para se compreender um texto, é necessário saber em qual momento ele foi produzido e que situação externa esse texto se refere direta ou indiretamente. A isso chamamos contexto. Segundo Oswald Ducrot, lingüista atuante na área da Semântica, falar sobre o sentido de um enunciado, fora das circunstâncias possíveis de suas ocorrências, ou seja, fora do contexto e da situação, equivale a abandonar o terreno da experiência e da comprovação, para construir uma hipótese carente de demonstração.

Tomando como definição de texto a de Costa Val (1999:3), para quem “texto é uma ocorrência lingüística, falada ou escrita, de qualquer extensão, dotado de unidades sócio-comunicativa semântica e formal”, vamos exemplificar, numa sentença, o que seria o contexto. Observe o seguinte enunciado:

1. “Que belo dia!”

Sem se levar em conta o contexto, não se pode explicar o sentido desta frase. Poderia se imaginar que ela poderia se referir a um dia agradável, que a rotina flui sem imprevistos, ou poderia ter sido dita por alguém que ganhou na loteria. Não se sabe a que contexto se refere, se a um dia de sol após um período chuvoso ou se é um dia de chuva após meses de sol escaldante. Como não foi apresentada a situação em que esse enunciado foi proferido, há várias possibilidades de sentido nesta frase.

Observe agora a seguinte situação: Marcos acordou atrasado para o trabalho, tomou um ônibus lotado que quebrou durante o trajeto. Ele tomou um táxi para não se atrasar tanto, mas teve de descer a três quarteirões do edifício onde trabalhava, pois, como chovia muito, uma árvore caída na pista impedia a passagem de veículos. Chegou ao trabalho atrasado em uma hora e meia. Ofegante e nervoso, ele brada:

2. “Que belo dia!”

Nessa circunstância, essa mesma ocorrência equivale a:

“Que dia horrível!”

Enquanto no primeiro enunciado existe a multiplicidade de sentido, o segundo não está passível a outras interpretações, visto que o contexto, a situação na qual o enunciado foi proferido delimita o sentido da enunciação (a frase em seu uso concreto da comunicação).

O contexto situacional é formado por informações que estão fora do texto, sejam elas históricas, geográficas, sociológicas, literárias. Ele é essencial para uma leitura mais eficaz, aproximando o interlocutor/leitor do sentido que o locutor/escritor quis imprimir ao texto.

Fontes
COSTA VAL, Maria das Graças. Redação e Textualidade. 2 ed. São Paulo, Martins Fontes, 1999, p. 3.

Lopes, Edward. Fundamentos da Lingüística Contemporânea. São Paulo, Cultrix, 1999, p. 283-286.