Socialismo Democrático

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Socialismo Democrático é um conceito utilizado para enfatizar o caráter democrático de movimentos e organizações socialistas.

O Socialismo é fruto dos movimentos operários ocorridos no decorrer do século XIX. Após a Revolução Industrial, o trabalho passou por uma grande renovação em seu cotidiano, forçando os trabalhadores a exercer atividades nas novas indústrias, vivendo em condições críticas, com péssimas remunerações e extensas jornadas de trabalho. Consolidava-se o sistema capitalista de produção, através do qual o proprietário explorava seus empregados para obter seus lucros cada vez maiores. Em resposta à nova realidade, os trabalhadores começaram a se organizar para contestar o modelo imposto. Em seguida, surgiram as primeiras formulações de possíveis alternativas ao capitalismo. Inicialmente, os socialistas utópicos acreditavam que a burguesia, classe social detentora da riqueza e dos meios de produção, dividiriam espontaneamente seus bens com os demais trabalhadores para gerar uma sociedade socialista. Este argumento foi rebatido por Karl Marx, grande referência do chamado socialismo científico, o qual diz que a classe operária precisa se organizar e promover uma revolução para tomar posse dos meios de produção e do governo. O modelo marxista foi o que embasou muitos outros movimentos.

Nos séculos seguintes, muitas releituras do socialismo marxista aconteceram. Uma das novas interpretações é chamada de Socialismo Democrático. No entanto, ainda não há um consenso sobre seu verdadeiro significado. O que pode se encontrar são explicações variadas. Mas, de forma geral, o termo faz oposição a correntes autoritárias do socialismo. Por exemplo, o Socialismo Democrático é contrário aos movimentos totalitários que apoiaram a União Soviética e a China.

É fundamental não confundir Socialismo Democrático com Social-Democracia. Embora os dois termos sejam muito confundidos e utilizados para o mesmo fim, os seguidores de cada doutrina ideológica não se igualam e rejeitam a outra corrente. Os primeiros são contrários à social-democracia porque ela mantém o modo de produção capitalista. Os segundos rejeitam o Socialismo Democrático porque não se reconhecem como socialistas.

Entre as características mais recorrentes do Socialismo Democrático, os seguidores desta ideologia defendem uma economia democrática descentralizada a partir de movimentos populares, liderados pela classe trabalhadora. Outra característica importante é a defesa de uma via eleitoral, pensando o socialismo de modo reformista ou evolucionista. Por fim, há pessoas que identificam o socialismo de mercado, no qual os meios de produção são de propriedade pública e operados socialmente como economia de mercado, como uma vertente do Socialismo Democrático.

Fontes:
http://www.ivotonet.xpg.com.br/arquivos/socialismo_e_democracia.pdf
http://www.voltairenet.org/article158174.html

Arquivado em: Sociologia