Marionete

Por Felipe Araújo
Originado do termo francês marionette, o teatro de marionetas, marionetes ou fantoches é uma forma tradicional de apresentação artística. Consiste em bonecos que representam animais, pessoas ou objetos animados que são manipulados por pessoas através de cordéis. Normalmente, quem manipula os fantoches são os marionetistas, que se apresentam escondidos atrás de uma tela. Apenas os bonecos ficam visíveis em pequenos palcos.  O teatro de marionetes é bastante utilizado para o entretenimento do público infantil.

O diretor francês François Truffaut, no filme Os Incompreendidos, apresenta um teatro de marionetes em uma das cenas mais conhecidas da história do cinema. Em um teatro com uma plateia lotada de crianças, Truffaut utiliza uma apresentação de fantoches para mostrar as emoções que o espetáculo causa nas crianças. A história apresentada é a fábula de Chapeuzinho Vermelho e é possível ouvir os gritos, ver as feições de angústia, alegria, susto, e risos que a peça de bonecos causa no público infantil, sem a necessidade de seres humanos aparecerem em cima do palco.

O filme de François Truffaut é de 1959, mas a história do teatro de marionetes surgiu na França durante a Idade Média. Na época, as marionettes eram chamadas de marion, um diminutivo para o nome próprio Maria. A marionete também era conhecida na cultura japonesa pelo nome de bunkaru, que eram apresentações de fantoches manipulados por varinhas. Esse tipo de utilização das marionetes pelos japoneses teve seu início no ano de 1684 na província de Osaka.

Outro local onde as marionetes eram bastante populares é a Sicília. Chamadas de marionetes sicilianas, as apresentações eram realizadas sob influência provençal e normanda. Na época, eram representados poemas românticos da França como a Canção de Rolando. Além dos fantoches, as peças eram feitas com marionetes fabricadas apenas com madeira e tinham o nome de Ópera de Bonecos. Estas apresentações eram fortemente influenciadas pelos trovadores provençais que habitavam a região no período de Frederico II da Germânia. Um dos lugares que melhor guardou a tradição da marionete é Palermo, na região siciliana.

Composição e manipulação das marionetes

Os três itens que formam uma marionete são: boneco animado, fios de manipulação e o comando, ou cruzeta, que é por onde o marionetista controla os movimentos do fantoche. Para manipular as marionetes, é necessário entender os princípios estruturais e mecânicos de movimentos do corpo humano. Com o passar do tempo, esta arte foi incorporando novas técnicas e tecnologias que tornaram o movimento dos bonecos cada dia mais realista.

Fontes:
http://augustobonequeiro.wordpress.com/2007/04/14/historia-do-teatro-de-bonecos/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Marioneta
http://clayton-melo.blogspot.com.br/2006/11/como-truffaut-somos-todos.html
Ilustração: http://mindyourbodyhealth.blogspot.com.br/2012/03/marionette.html