Hidrovia

Por Marina Martinez
Hidrovia é uma via navegável, utilizada por meios de transporte aquáticos (barcos, navios ou balsas) para transportar mercadorias e passageiros, em oceanos, mares, lagos, rios, ou canais. O transporte hidroviário é utilizado desde a antiguidade.

É uma rota pre-determinada para o tráfego aquático e para ser navegável alguns fatores influenciam como a largura da hidrovia, a composição do fundo, profundidade para poder passar grandes navios, sinalização, a dinâmica dos ventos, presença ou não de pontes e outros obstáculos (cachoeiras e corredeiras), naufrágios e raios de curvaturas da rota de navegação. Essas características são fundamentais para tornar a hidrovia navegável e segura.

As hidrovias são muito úteis principalmente no transporte de cargas de tonelagem a grandes distâncias. O transporte hidroviário é bem mais barato se comparado com o transporte rodoviário e ferroviário, em termos de custo, capacidade de carga e também de menor impacto ambiental. Uma grande limitação do uso de navios de grande porte é a infra-estrutura portuária que seja capaz de recebê-los, como os navios petroleiros. Infelizmente o número de portos existentes no mundo que possua esta capacidade ainda é pequeno.

O Brasil possui na costa atlântica mais de 4 mil quilômetros navegável e milhares de quilômetros de rios. Apesar de grande parte dos rios navegáveis se localizarem na Amazônia, o transporte nessa região não tem muita importância econômica, devido ao fato de não haver nessa parte do país mercados produtores e consumidores de peso. Os trechos hidroviários mais importantes, do ponto de vista econômico, situam-se no Sudeste e no Sul do País.

Principais hidrovias brasileiras

Hidrovia Araguaia-Tocantins: A Bacia do Tocantins durante os períodos de cheias é navegável numa extensão de 1.900 km, e no rio Araguaia é navegável num trecho de 1.100 km.

Hidrovia São Francisco: O Rio São Francisco conhecido como o “Velho Chico” é o maior rio presente totalmente no Brasil. O principal trecho navegável do rio possui 1.300 km de extensão e passa entre as cidades de Pirapora (MG) e Juazeiro (BA).

Hidrovia da Madeira: Considerado um dos principais afluentes do Amazonas, o rio Madeira, tem extensão total aproximada de 1. 450 km.  A hidrovia esta em obras e permitirá a navegação noturna.

Hidrovia Tietê-Paraná: É uma via de navegação que permite o transporte de pessoas e cargas ao longo dos rios Paraná e Tietê. Esta hidrovia é muito importante para o escoamento da produção agrícola do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e parte de Rondônia, Minas Gerais e Tocantins.  Possui um trecho de 1.250 km navegáveis sendo 450 km no rio Tietê e 800 km no rio Paraná.

Hidrovia Taguari-Guaíba: A hidrovia de Taquari-Guaíba é a principal em cargas transportadas. Possui 686 quilômetros de extensão e é operada por uma frota de mais de 70 embarcações, que movimentam milhares de toneladas. Além disso, a hidrovia possui terminais intermodais que facilita bastante o transbordo das cargas.

Referência bibliográfica:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hidrovia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Transporte_hidroviário_no_Brasil
http://www.transportes.gov.br/modal/hidroviario/conceito.htm