São Bernardo

São Bernardo. Foto: Grigorita Ko / Shutterstock.com

O São Bernardo é uma raça canina de grande porte, natural dos Alpes. São integrantes do grupo de cães de trabalho, sendo considerados cães de guarda e salvamento.

No século XI, foi fundado no topo de um desfiladeiro, o Mosteiro Grande São Bernardo para refugiar viajantes e peregrinos. Desde a metade do século XVII, os monges estavam sempre cercados por enormes cães, do tipo montanhês usados para guarda e defesa.

Esses animais foram, então, utilizados na escolta de viajantes e, principalmente, para localizar e salvar os que se perdiam na neve. Foi apenas no século XIX que a fama dessa raça se espalhou pela Europa.

Filhote de São Bernardo. Foto: Grigorita Ko / Shutterstock.com

Padrão Racial

Os animais dessa raça medem em torno de 90 cm de altura, os machos, e 80 cm, as fêmeas.

Existem duas variedades de São Bernando: de pêlo curto (pelagem dupla) e de pêlo longo. Na primeira, a pelagem é dupla, densa, os pêlos são lisos e bem assentados; o subpêlo é abundante; pelagem da cauda é densa. Na segunda variedade, os pêlos de cobertura são retos, de comprimento médio e o subpêlo é abundante. Na face, nas orelhas o pêlo e curto; nas regiões da anca e garupa o pêlo é ligeiramente ondulado.

A cor é branca, com placas, maiores ou menores, em marrom avermelhado (cão matizado) até originar um manto contínuo no dorso e região dos flancos (cão mantado); o manto manchado (marcado de branco) é equivalente. Admite-se o marrom avermelhado tigrado (bringé); o marrom amarelado é tolerado. A presença de marcas escuras na cabeça é desejável; os toques de preto no tronco são tolerados.

A cabeça e muito forte e imponente; os olhos são de inserção medianamente junta e profundidade moderada, de tamanho médio e de cor escura. As orelhas são médias, de inserção alta, bem desenvolvidas na base e triangulares, com pontas arredondadas, caídas rente ao crânio. O focinho é curto e formato quadrado na raiz; o canal nasal é reto e possui um sulco raso bem largo.

O pescoço é poderoso, erguido quando o animal está em atenção; a barbela é bem pronunciada. O dorso é bem largo e reto; o lombo é musculoso, apresentando uma curva suave até a região da garupa; as costelas são bem arqueadas; o peito é profundo (ao nível dos cotovelos); o ventre é nitidamente destacado; a garupa é ligeiramente arqueada.

Os membros anteriores são muito musculosos, retos e robustos; os posteriores são muito fortes também, apresentando a musculatura da coxa bem desenvolvida e os jarretes moderadamente angulados. As patas são largas e bem ajustadas. A cauda é larga na raiz, longa e pesada, termina em ponta; quando em atenção, a cauda é portada acima da horizontal.

Temperamento

São animais muito amáveis, dóceis, leais, companheiros, atentos e tolerantes. São animais de caráter amistoso, tanto com pessoas como com outros animais, independente da espécie. São usados como cães de guarda, pois suas dimensões são imponentes, mas na realidade são bons animais de companhia.

Saúde e Higiene

Como possuem uma pelagem farta, necessitam de escovação, pelo menos, duas vezes na semana. Assim como outros cuidados básicos, como banhos, higiene oral, limpeza dos olhos e ouvidos. A vacinação e a vermifugação devem estar em dia.

Fontes:
http://www.saudeanimal.com.br/sao_bernardo.htm
http://www.estilors.com.br/pet/cachorro_detail.php?cachorro=95
http://www.guiaderacas.com.br/saobernardo.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/São-bernardo
http://www.instinto.pt/site/artigo.php?AGtTZAtela9Xr1tela9Xr1=ADtTNFRh
http://www.aceav.pt/blogs/animalia/Lists/Fotografias/Forms/DispForm.aspx?ID=7

Arquivado em: Cães