Pug

O Pug é uma raça de cão de pequeno porte, originária da China.

Era a raça da realeza, sendo observada em diversas pinturas famosas, como por exemplo, a pintura de William Hogarth, em 1730. Acredita-se que esses animais tenham surgir por volta de 400 a.C.

Existe uma história publicada no ano de 1618, pelo Sir Roger William, que conta um incidente que envolve um Pug que salvou William o Silencioso. Acredita-se que esse incidente aconteceu por volta de 1571 a 1573. Foi durante um ataque espanhol em um acampamento holandês. O cão acordou seu dono antes dos soldados, por meio de arranhões, lambidas e choro. Cem anos depois de ocorrido esse incidente, os cães dessa raça passaram a receber o nome de Pug, que significa “coisa diminuta” ou “cão diminuto”.

Padrão Racial

Os animais dessa raça possuem características marcantes. Seu porte é  pequeno, com altura em torno de 25 a 28 cm e peso entre 6,3 a 11,5 kg. Possuem pelagem fina, lisa, macia e curta, podendo ser das cores prata, abricó-castanho ou preto.

Possuem cabeça grande e arredondada; os olhos são muito grandes, globulares, de cor escura, brilhantes e de expressão doce; as orelhas são finas macias e são de dois tipos: orelha em rosa, que é pequena, caída, dobrada para trás, exibindo a face externa; orelha em botão, caída pra frente, com a ponta repousando no crânio, abotoando-se o pavilhão auditivo e apontando para os olhos. O focinho é achatado (uma das características marcantes dessa raça), quadrado, sem ser projetado para cima, com rugas bem definidas.

O pescoço é forte, grosso, ligeiramente arqueado e de bom comprimento. O tronco é curto e compacto, apresentando um lombo curto e forte, costelas bem arqueadas e peito largo. Os membros anteriores são fortes, retos, de comprimento moderado e bem ajustado ao corpo; os posteriores também são bem fortes, de comprimento moderado, apresentando joelhos bem angulados e bem ajustados ao corpo; as patas são ovaladas, com dedos separados e unhas de cor escura.

Temperamento

São grandes companheiros, adoram colos e mimos, é um ótimo cão para crianças e também convive muito bem com idosos. É um bom cão de alerta, pois late pouco, possuem um latido rouco e curto. Perdem muito pêlo e não é recomendado que sejam mantidos fora de casa, pois possuem pouca resistência a mudanças de temperatura.

Saúde

No geral, são animais que não apresentam muitos problemas de saúde. No entanto, como possuem olhos muito saltados, estão mais propensos a ferimentos neles. Existe também a chamada síndrome KCS ou Dry Eyes (olhos secos), uma doença que ainda está sendo estudada. Ela caracteriza-se pelo aparecimento de um líquido branco e viscoso na córnea, pelo embaçamento dela e pela ausência de lágrimas nos olhos, podendo resultar em cegueira definitiva.

A displasia coxo-femural também é muito comum na raça, sendo mais observada nos Estados Unidos. No entanto, essa raça convive bem com esse problema, pois são animais pequenos e leves, precisando apenas de eventual ajuda para pular quando necessário.

Fontes:
http://www.petbrazil.com.br/bicho/caes/465.htm
http://www.portaldospugs.com.br/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pug
http://www.saudeanimal.com.br/artigo62.htm

Arquivado em: Cães