Saúde em quarentena: promoção e encaminhamento de emergências

Graduanda em Psicologia (PUC-SP)

Estamos vivendo um momento novo, repleto de preocupações sociais, econômicas, políticas e pessoais.

Assim, segue importantíssimo cuidar da saúde física e mental.

Conforme as possibilidades de cada um, que fazer para sua promoção?

  • Sustentar os autocuidados. São caras ao corpo e à mente práticas como a higiene de sono, higiene pessoal, alimentação saudável, hidratação, meditação e atividade física.
  • Fazer terapia online. Muitos profissionais estão realizando seus serviços via Skype/Hangouts/chamada de vídeo do WhatsApp. A modalidade de atendimento é regularizada pelo CFP.
  • Manter as medicações. As farmácias e Instituições para retirada dele estão abertas.
  • Contatar amigos e familiares. Ninguém está sozinho.

No mais, é compreensível a preocupação com possíveis gatilhos e crises. Logo, é válido:

  • Organizar uma agenda com números de telefone importantes. Pode ser a lista do celular. Contatos cruciais são:

Seu(sua) psicólogo(a) ou psiquiatra – mesmo em quarentena, os profissionais estão disponíveis para ligações e conversas. Não hesite em contatá-los quando precisar.

Amigos, parentes e pessoas em que você confie – não será incômodo procura-los conforme necessário.

  • CVV – 188. É o Centro de Valorização da Vida, que realiza gratuitamente, sob sigilo, apoio emocional e prevenção do suicídio. Funcionam 24 horas por dia via telefone ou chat.
  • SAMU – 192.
  • Bombeiros – 193
  • Polícia – 190

Saber a que Instituições se encaminhar:

Hospitais sempre estarão abertos, assim como Prontos-socorros (destinados a casos emergenciais) e AMAS (ambulatórios de pronto-atendimento reservados a ocorrências que não envolvam risco de morte ou de lesão irreversível no paciente).

Apesar das atividades em grupo dos CAPS estarem suspensas, a triagem e busca de medicação segue possível.

Quanto ao sistema particular, as clínicas de internação estão funcionando. A entrada de novos pacientes depende de cada Instituição, portanto, vale se informar antes da tomada de decisão.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.

Arquivado em: Atualidades, Saúde