A cura de um paralítico em Cafarnaum

“E, não achando por onde o pudessem levar, por causa da multidão, subiram ao telhado, e por entre as telhas o baixaram com a cama, até ao meio, diante de Jesus. E, vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, os teus pecados te são perdoados” (Lc 5: 18-20).

A cura de um paralítico em Cafarnaum ocorreu com a ajuda de alguns amigos que o levaram até o teto e desceram com ele de lá, para que pudesse chegar próximo a Jesus. este milagre está relatado no livro de Lucas e no livro de Marcos.

Consta que alguns dias depois Jesus entrou outra vez em Cafarnaum, e a população soube que estava em casa. Logo se ajuntaram tantos em sua porta, que nem havia como chegar junto à porta, e Jesus os anunciava a palavra.

Neste lugar, conduziram um paralítico, trazido por quatro amigos. E este, não podendo se aproximar dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava, e fizeram um buraco nele, baixando o leito em que jazia o paralítico. E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico “Filho, seus pecados estão perdoados”.

De acordo com as escrituras alguns dos escribas que estavam ali assentados, que arrazoavam em seus corações, diziam que ele blasfemava, por dizer que podia perdoar pecados, pois que poderia dizer isso senão somente Deus?

E Jesus, conhecendo o que se passava com eles, dirigiu a eles a palavra e disse: “Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados; ou dizer-lhe: Levanta-te, e toma o teu leito, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico) A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa”. (Lc 5: 22-24).

Neste momento se levantou o até então, paralítico, tomou consigo o leito saiu em presença de todos, de sorte que todos se admiraram e glorificaram a Deus, dizendo nunca terem visto tal feito; ficaram maravilhados e cheios de temor. Depois disso Jesus tornou a sair para o mar, e toda a multidão o seguia, e ele os ensinava.

Bibliografia:

A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.

Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia