Abigail

A história de Abigail está relatada na bíblia, e ela é uma referência de mulher apaziguadora. Ela era uma mulher formosa e sábia que amava o Senhor. O seu marido se chamava Nabal e ele era um homem insensato, sem nenhuma sabedoria, muito difícil de conviver.

Após a morte de Samuel, todo o povo de Israel lamentou. Samuel foi sepultado na sua casa,em Ramá. Depoisdisso Davi foi ao deserto de Parã. Lá, estava Nabal, homem que tinha muitas posses no Carmelo e era muito poderoso, ele tinha três mil ovelhas e mil cabras e estava tosquiando as suas ovelhas no Carmelo. Quando o viu Davi enviou dez moços, e disse a ele para subi ao Carmelo, e perguntar como ele estava, e expressar a ele votos de paz. Assim fizeram e após falarem com Nabal em nome de Davi, se calaram.

E Nabal respondeu de forma grosseira aos criados de Davi, questionando quem seria ele? Questionando também se deveria tomar seu pão, sua água, e sua carne para dar a homens que  não sabia de onde vêm. Então voltaram os moços e relataram a Davi tudo que aconteceu. Davi, indignado ordenou aos seus homens  que cada um pegasse a sua espada e subissem, cerca de  quatrocentos no total (uns duzentos ficaram com a bagagem).

Um dos moços de Nabal contou a sua mulher, Abigail, que Davi havia enviado mensageiros para saudar seu marido, mas que ele os destratou. E contou ainda que os  homens de Davi eram muito bons em convivência, e nada havia faltado em todos os dias que estiveram com eles no campo, pois todos os dias andaram com eles apascentando as ovelhas. Este servo de Nabal pediu à Abigail que visse o que haveria de fazer, pois Nabal era difícil de lidar e ninguém havia entre os soldados que pudesse lhe dirigir a palavra e criticar sua atitude.

Então Abigail se apressou, tomou duzentos pães, dois odres de vinho, cinco ovelhas guisadas,  cinco medidas de trigo tostado, cem cachos de passas, duzentas pastas de figos passados, e os pôs sobre jumentos. Em seguida disse aos seus servos para irem a frente, em direção ao povo de Davi, que ela seguiria a trás. Ela não contou nada a seu marido Nabal.

Davi estava indignado por ter Nabal pagado o bem com o mal, e estava disposto a guerrear com ele e seus homens. Assim que avistou Davi, Abigail desceu do jumento e  prostrou-se diante dele e se inclinou com o rostoem terra. Suplicoua ele que a ouvisse, reconheceu que seu marido Nabal era um homem insensato, e pediu que aceitasse os seus presentes e relevasse a atitude dele, que o perdoasse.

Como resposta Davi bendisse ao Senhor, Deus de Israel, por ter enviado Abigail ao seu encontro pois graças a sua intercessão ele não vingaria mais a desonra por parte de Nabal e assim não derramaria sangue. E aceitou os presentes.

Abigail voltou para sua casa, encontrou Nabal bêbado de tanto tomar vinho, esperou até a manhã do dia seguinte, quando estava mais calmo para contar o que fez. E tudo se acalmou. Cerca de dez dias depois Nabal foi ferido vindo a falecer e, quando soube disso Davi manifestou o desejo de ter Abigail com esposa, e ela concordou.

No contexto cristão o exemplo de Abigail é lembrado quando o assunto é apaziguar, acalmar, agir com sabedoria, humildade e educação.

Bibliografia:
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia