Arão e Hur

A história de Arão e Hur está relatada na bíblia, Arão era irmão de Moisés e foi seu auxiliar.

De acordo com as escrituras, depois que toda a congregação dos filhos de Israel partiu do deserto de Sim pelas suas jornadas, preservando os mandamentos do Senhor, acamparam em Refidim, um lugar onde não havia água para o povo beber. Por isso o povo copmeçou a contender com Moisés, pedindo água, e como resposta Moisés lhes perguntou por que estavam murmurando e tentando ao Senhor. Nesta fase, porque tinham sede, se colocaram contra Moisés e chegaram até mesmo a sentir saudade do Egito, onde viviam como escravos.

Com isso, Moisés clamou ao Senhor perguntando o que deveria fazer ao povo, pois estava aponto de sofrer alguma agressão, tendo em vista a revolta que se instalara. O Senhor respondeu a Moisés, orientanod a passar diante do povo, e tomar com ele alguns dos anciãos de Israel, em seguida tomar em sua mão a tua vara (a mesma com que feriu o rio) e seguir adiante. Disse mais o Senhor, disse que estaria diante dele sobre a rocha, em Horebe, e assim que ele a ferisse, sairia água dela. Assim fez Moisés.

E deu nome àquele lugar de “Massá e Meribá”, por causa da contenda dos filhos de Israel, duvidando da presença do Senhor. E foi neste tempo de dúvidas, que surgiu Amaleque, e pelejou contra o povo de Israel em Refidim. Moisés orientou a Josué, para que escolhesse homens e lutasse contra ele, e combinou com ele que no dia seguinte, durante a luta, estaria cume do outeiro, e a vara de Deus estaria em sua mão. Assim procedeu Josué.

Moisés, no momento combinado, subiu ao cume do outeiro junto com Arão e Hur. E consta que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia e quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia na batalha. Como as mãos de Moisés eram pesadas, eles pegaram uma pedra e a puseram debaixo dele, para que assentarsse sobre ela e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, cada um segurando de um lado. Esta foi a forma que encontraram para firmar as suas mãos até o sol se por.

Dessa forma, o povo israelita venceu Amaleque. E o Senhor disse a Moisés para escrever isto para memória num livro (ou seja, a passagem que veio a formar o livro de Êxodo). E Moisés edificou um altar, ao qual chamou “O Senhor é a minha bandeira”.

No ambiente cristão a história de Arão e Hur é tida como uma referência de companheirismo e apoio entre irmãos e amigos na hora das tribulações.

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia