Efatá

“Levantou os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá, isto é, Abre-te” (Mc 7:34)

A palavra “Efatá” quer dizer “abra-te” e é mencionada na bíblia, durante uma das curas realizadas por Jesus.

De acordo com as escrituras, Jesus tornou a sair dos termos de Tiro e de Sidom, e foi até ao mar da Galiléia, pelos confins de Decápolis. Durante esse trajeto, trouxeram-lhe um surdo, que falava dificilmente, e rogaram a Ele que pusesse a mão sobre o surdo e gago. Após ouvir o clamor, Jesus o tirou à parte, separando-o da multidão, e pôs-lhe os dedos nos ouvidos, em seguida, tirou de sua saliva e tocou-lhe na língua. Depois desse jesto, levantou os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá, isto é, Abre-te.

Ocorreu então o milagre, e logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente. Jesus ainda pediu a ele que não dissesse a ninguém o que havia feito, mas, quanto mais pedia a descrição, tanto mais divulgavam. Muitos admiravam, diziam sobre Jesus que tudo ele fazia bem, fazia até ouvir os surdos e falar os mudos.

Alguns historiadores podem divergir quanto ao jesto de Jesus de tocar a sua saliva no homem a ser curado: há quem defenda que ele “cuspiu” e há quem defenda que ele simplesmente tocou em sua saliva e a pôs no homem. São divergências meramente culturais, da tradução das escrituras, mas que não descaracteriza o milagre.

O Ministério de louvor “Amor e Vida” gravou um hino com base nesta passagem, que diz “Hoje é o dia de tocar em ti Senhor, nada poderá me separar do teu amor, quero receber a minha benção, ver o meu milagre acontecer. Todos os meus sonhos realizarei em ti, e na minha vida posso ver o Teu agir, hoje vou fazer uma aliança, declarar que sou um vencedor. Todas as portas se abrirão, e o milagre acontecerá, é a palavra de órdem do Senhor pra sua vida: Efatá”.

No contexto cristão a palavra Efatá é usada com frequência, nos ministérios em que são feitas campanhas e propósitos. Pois “Efatá portas abertas” pode se adequar a diversas áreas da vida de quem crê, e há o entendimento de que para o Senhor não há limite, não há barreira. Deus não é Deus de somente uma porta ou uma área da vida do cristão, e que quando dá a bênção, Ele a dá por completo.

Bibliografia:

A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.

Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia