Elias

Elias foi um profeta conhecido por ter realizado grandes feitos em nome do Senhor. Por meio de suas profecias desceu fogo do céu, choveu, tornou a viver o filho de uma viúva, e entre outros, ele foi arrebatado em uma carruagem de fogo, e ainda, teria aparecido junto a Moisés durante a transfiguração de Jesus. Elias viveu no tempo do reinado de Acabe, e sua história está relatada na bíblia, mais precisamente no livro de I Reis.

Além da forma peculiar com que foi arrebatado, Elias manteve-se fiel a Deus, sendo uma referência contra a idolatria ao deus Baal, em defesa do culto ao Deus de Israel.

De acordo com as escrituras, por meio da ação do profeta caiu fogo do céu. Ocorreu que o rei era um adorador do deus Baal e enviou um comandante com cinquenta homens buscar o profeta. Assim que os homens chegaram para afrontá-lo, ele (que estava sentado sobre um monte) disse “Se sou homem de Deus que caia fogo do céu e os consuma”. E assim foi feito.

Uma segunda vez o rei enviou outro comandante com mais cinquenta homens para buscá-lo e assim que os homens chegaram se comportando na mesma arrogância dos anteriores, ele (que continuava sentado sobre um monte) disse “Se sou homem de Deus que caia fogo do céu e os consuma”. E assim foi feito, novamente.

Então, na terceira abordagem, o rei enviou um terceiro comandante com mais cinquenta homens para buscá-lo e assim que os homens chegaram fizeram uma abordagem diferente, agindo com humildade. O comandante desta vez pediu que o profeta tivesse compaixão pela vida dos cinquenta homens que ali estavam e fosse ter com o rei. Nesta hora um anjo apareceu e disse a Elias que poderia ir com eles.

Outro episódio popular lembrado com frequencia entre os cristãos seria a oração de Elias para que não chovesse (período que durou três anos) e após esse tempo a oração para que voltasse a chover. Consta que ele subiu ao monte Carmelo, obrou os joelhos e colocou o rosto em terra, pedindo chuva. Pediu a um servo próximo que verificasse se havia sinal de chuva.. esse processo se repetiu por sete vezes até que o homem retornasse coma notícia de que havia no céu uma nuvem do tamanho da mão de um homem. Este foi o sinal do Senhor a Elias de que estava a caminho uma abundante chuva.

Entre as referências feitas ao profeta, uma se destaca. Quando Jesus subiu ao monte para orar e houve uma transfiguração, com grande luz em sua face, que resplandecia, e foram vistos pelos discípulos que estavam com ele as figuras de Moisés e Elias.

Antes de ser arrebatado, deixou com Eliseu o seu manto, profeta que o sucedeu.

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia