I e II Tessalonicenses

I e II Tessalonicenses

 As duas epístolas fazem parte do Novo Testamento e a tradição atribui a autoria delas ao apostolo Paulo, que as escreveu no período de 50 a 52 DC. Tessalônica era a capital da província romana da Macedônia, região que hoje faz parte da Grécia.

 I Tessalonicenses

 “Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Ts 5,16:18)

Logo após ter chegado a Tessalônica Paulo foi obrigado a seguir para Bereia, posteriormente Atenas e em seguida Corinto.Equando já estava em Corinto, Paulo escreve esta epístola aos cristão de Tessalonica, pois Timóteo havia relatado a Paulo a situação da igreja que havia sido fundada lá, e com intuito de combater alguns mal-entendidos sobre a volta de Cristo Paulo faz instruções, ao longo de cinco capítulos, sobre uma vida de santificação: "Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem. Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor" (1Ts 4,14:17)

 II Tessalonicenses

 “Entretanto, devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade” (2 Ts 2:13)

Nesta epístola Paulo estava ansioso para continuar sua comunicação com a igreja de Tessalônica. Ele ainda estava em Corinto quando escreveu os três capítulos que falam sobretudo sobre o Dia do Senhor e os incentiva continuar trabalhando “Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma” (2 Ts 3:10) e ficarem firmes mantendo distância daqueles que rejeitam o evangelho “se, de fato, é justo para com Deus que ele dê em paga tribulação aos que vos atribulam e a vós outros, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder” (2 Ts 1,6:7); “Todavia, o Senhor é fiel; ele vos confirmará e guardará do Maligno”(2 Ts 3:3).

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia