I, II e III João

I II e III João

 As três epístolas fazem parte do Novo Testamento. Apesar do autor não se identificar diretamente, alguns pais da igreja, entre eles Clemente de Alexandria, Orígenes e Tertuliano, nomearam João como autor. As cartas teriam sido escritas nos anos  finais da vida de João por volta de 80 e 95 DC.

 I João

 “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo” (I Jo 2:1)

 O autor escreve essa carta direcionada aos cristãos que estavam em risco de serem enganados por falsos mestres (naquela época, obviamente, não havia um Novo Testamento completo onde os crentes podiam consultar). O objetivo era estabelecer a verdade sobre questões relevantes, entre elas a identidade de Jesus Cristo; e com isso responder aos questionamentos dos crentes, fortalecendo a fé de toda a igreja.

 

Além disso João ressaltava que ser cristão, também  significava admitir os próprios pecados e pedir perdão a Deus, e que por meio do amor e do respeito ao Senhor, convivendo em paz uns com os outros,  o cristão conquistava um importante conhecimento do que é viver de fato como servo de Deus "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça"(1Jo 1:9); e"Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo" (1Jo 4:4).

II João

"E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nesse amor" (2 Jo 1:6)

Esta pequena epístola é dirigida aos membros de uma igreja, onde o autor pede que amem uns aos outros e que tomem cuidado com certas doutrinas falsas que estavam sendo espalhadas pelo mundo "Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho" (2Jo 8:9).

III João

 "Não tenho maior alegria do que esta, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade"(3Jo 1:4).

Esta pequena epístola é dirigida a Gaio, dirigente de uma igreja. O autor elogia a Gaio, condena a oposição de Diótrefes (um líder ditatorial a frente de uma das igrejas na província da Ásia, e seu comportamento estava desagradando por se opor a tudo o que o apóstolo e o seu Evangelho pregava) "Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus" (3Jo 1:11), e fala bem, elogia o bom testemunho de Demétrio.

Bibliografia:

A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.

Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia