Jeú

Jeú foi um dos reis de Israel, o décimo deles. Ele era filho de Josafá e Hanani e neto de Ninsi e sua história está relatada na bíblia. Jeú assumiu o trono de forma desonesta, pois havia assassinado o rei Jorão para assumir o seu lugar.

Além de ter matado o rei Jorão, Jeú também matou muitos outros, como o caso de Acazias de Judá, matou os parentes de Acabe e Acazias. Jeú matou os adoradores de Baal e setenta filhos do rei Acabe. Ele também advertiu o rei Josafá e o Rei Baasa e seu pai Hanani advertiu o Rei Asa, pai de Josafá.

O pai de Jeú não foi contemporâneo do rei Josafá (da tribo de Judá, e de quem o próprio pai foi o rei Asa também de Judá).Em geral Jeúé mencionado como filho apenas de Ninsi, isso porque provavelmente Ninsi teve maior relevância histórica ou para evitar alguma confusão entre ele com o rei de Judá.

Parte do texto reproduzido abaixo fala do plano do rei Jeú para exterminar os adoradores de Baal, e foi retirado do livro de 2 Reis capítulo dez:

“Jeú reuniu todo o povo e declarou: ‘Acabe não cultuou o deus Baal o bastante; eu, Jeú, o cultuarei muito mais. Por isso convoquem todos os profetas de Baal, todos os seus ministros e todos os seus sacerdotes. Ninguém deverá faltar, pois oferecerei um grande sacrifício a Baal. Quem não vier morrerá’. Mas Jeú estava agindo traiçoeiramente, a fim de exterminar os ministros de Baal.

Então Jeú ordenou: ‘Convoquem uma assembléia em honra a Baal’. Foi feita a proclamação, e ele enviou mensageiros por todo o Israel. Todos os ministros de Baal vieram; nem um deles faltou. Eles se reuniram no templo de Baal, que ficou completamente lotado. E Jeú disse ao encarregado das vestes cultuais: ‘Traga os mantos para todos os ministros de Baal’. E ele os trouxe.

Depois Jeú entrou no templo com Jonadabe, filho de Recabe, e disse aos ministros de Baal: ‘Olhem em volta e certifiquem-se de que nenhum servo do Senhor está aqui com vocês, mas somente ministros de Baal’. E eles se aproximaram para oferecer sacrifícios e holocaustos. Jeú havia posto oitenta homens do lado de fora, fazendo-lhes esta advertência: ‘Se um de vocês deixar escapar um só dos homens que estou entregando a vocês será a sua vida pela dele’.

Logo que Jeú terminou de oferecer o holocausto, ordenou aos guardas e oficiais: ‘Entrem e matem todos! Não deixem ninguém escapar!’ E eles os mataram ao fio da espada, jogaram os corpos para fora e depois entraram no santuário interno do templo de Baal. Levaram a coluna sagrada para fora do templo de Baal e a queimaram. Assim destruíram a coluna sagrada de Baal e demoliram o seu templo, e até hoje o local tem sido usado como latrina.

Assim Jeú eliminou a adoração a Baal em Israel”.

O reinado de Jeú durou um período de vinte e oito anos e seu filho Joacaz o sucedeu no trono.

Bibliografia:
http://www.bibliaon.com/jeu_mata_todos_os_sacerdotes_de_baal_em_israel/
http://www.gentedanossaterra.com.br/jeu.html
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993

Arquivado em: Bíblia