Jonas

"Deparou o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites no ventre do peixe" (Jn 1:17)

O livro de Jonas foi escrito por volta de 800 a 750 AC, e ao longo de quatro capítulos mostra o temor de Jonas que o leva a fugir de Deus. No caso, ele se recusa a ir a Nínive pregar o arrependimento ao povo, como o Senhor havia ordenado, pois ele sente que os ninivitas não irão ouvi-lo e acredita que o Senhor não vai seguir adiante com a ameaça de destruir a cidade caso o povo não se arrependa de seus maus caminhos “E veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor” (Jn 1,1:3)

O destino era a cidade de Társis, uma cidade que ficava na direção oposta a Nínive. Entretanto uma grande tempestade enviada pelo próprio Deus, fez com que a tripulação lançasse sortes para saberem de onde vinha o problema, e viram que era Jonas “E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas. Então lhe disseram: Declara-nos tu agora, por causa de quem nos sobreveio este mal. Que ocupação é a tua? Donde vens? Qual é a tua terra? E de que povo és tu? E ele lhes disse: Eu sou hebreu, e temo ao SENHOR, o Deus do céu, que fez o mar e a terra seca” (Jn 1,7:9)

Eles jogaram-no em alto mar, e ele é engolido por uma baleia. Fica em seu ventre por três dias e noites, até que se arrepende de fugir de Deus, clama perdão, e o peixe o vomita em terra seca. Em seguida ele decide ir a Nínive cumprir o que o Senhor havia ordenado e chama a cidade ao arrependimento. Curiosamente, o profeta fica desapontado ao ver que toda a cidade se arrepende e passa a jejuar e orar ao Senhor, pedindo perdão.

Nesse processo, Jonas aprende uma grande lição, e o Senhor chega a usar até mesmo uma planta para lhe mostra que Ele é tardio em irar-se "Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez" (Jn 3:10).

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia