Salmos

"Todo ser que respira louve ao Senhor, aleluia!" (Sl 150:6)

O livro dos Salmos é um livro de orações e hinos da Bíblia. Ele contém cânticos de adoração que foram compostos por um longo período da história de Israel. Entre os anos de 1000 a 333 AC, e diversos autores os escreveram, eram usados pelo povo de Israel nas reuniões de adoração a Deus.

Alguns salmos possuem em seu título a atribuição daquele salmo a um determinado autor como Davi e Salomão, outros salmos por sua vez não trazem menção de quem os teria escrito. Temas como louvor e adoração a Deus, orações, pedidos de ajuda, intercessão em favor do rei, canções para incentivarem as pessoas a fazerem o bem, súplicas para que o Senhor afaste os inimigos, composições que descrevem a grandiosidade ou a misericórdia infinita de Deus, entre outros são temas que estão nos textos.

O paralelismo caracteriza-se pela repetição de idéias, e é a forma poética geralmente usada neles, onde mantem o sentido e mudam apenas algumas palavras ou estrofes. A riqueza de comparações e profundidade dos sentimentos garantem a beleza dos salmos e fazem com que, a qualquer tempo, um adorador possa se identificar: profundezas da alma, esperanças, provações, perdas e ganhos, vitórias, resignação, adoração, arrependimento, gratidão, clamor na enfermidade, senso de justiça, e toda espécie de anseio humano.

O próprio Jesus Cristo, filho de Deus, figura central do cristianismo, utilizou Salmos durante o seu ministério. Por exemplo, ao responder as tentações de satanás quando estava no deserto “Jesus, porém, respondeu: nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” (Sl 4:4); e ao esclarecer aos discípulos após sua ressurreição que estava determinado o caminho que Jesus deveria trilhar como cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo “e lhes disse: assim está escrito que o Cristo havia de padecer e ressuscitar dentre os mortos no terceiro dia” (Lc 24:46) 

Entre os 150 salmos, os que se popularizaram estão 23 “1 O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”, o 91 “7 mil cairão ao seu lado, dez mil a sua direita mas tu não será atingido”; e o 121 “2 O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra”; entre outros.

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia