Sansão e Dalila

Sansão foi um hebreu de força extraordinária, e sua história está relatada na bíblia. Ele chegou a ser noivo de uma moça filistéia, que foi morta logo após o casamento justamente durante uma tentativa de matarem Sansão. Pois ele, com toda sua força representava uma ameaça para os filisteus. A irmã de sua noiva que veio a falecer, Dalila, veio a se casar com ele. Dalila amava Sansão, mas apesar disso teve grande ambição e aceitou revelar o segredo da força do próprio marido por metais e riqueza.

Sansão tinha um chamado do Senhor para libertar os israelitas da ameaça filistéia. Por mais de uma vez a moça perguntou a ele o segredo e em cada uma delas ele mentiu, dando outra causa. Sansão disse que ficaria vulnerável se o amarrassem com sete fibras novas de arco que não tivessem sido secas, depois disse que ficaria fraco se fosse amarrado por cordas novas; depois se amarrassem as suas madeixas com uma rede. Cada vez que ele disse ser algo, ela o fazia enquanto ele dormia, mas assim que chegavam os filisteus ele acordava e derrotava todos.

Por fim, novamente Dalila o perguntou, querendo saber o segredo de sua força e ele disse a verdade. Confidenciou que se seus cabelos fossem cortados, seria cortado o voto feito desde o seu nascimento, de quando seus pais prometeram ao Senhor que jamais cortariam os seus cabelos, para que dessa forma ele não perdesse toda a sua força.   Assim que Sansão dormiu Dalila cortou-lhe os cabelos e chamou os filisteus. Sansão resistiu, mas foi vencido pelos soldados, e ficou cego, pois os filisteus lhe furaram os olhos.

Com isso, Sansão foi levado ao templo de Dagôn, onde ficou amarrado a dois pilares que sustentavam o enorme palácio. Muitos filisteus se juntaram para ver sua derrota e foram assistir a sua “exposição”. Diante de tamanha humilhação, ele orou ao Senhor que lhe devolvesse por um momento a força que havia perdido, para que pudesse, num último esforço, derrotar os filisteus que o aprisionaram, ainda que para isso morresse, honraria ao Deus de seu povo.

Assim foi feito. Mesmo cego e preso, Sansão teve sua força restituída e conseguiu derrubar os pilares do templo onde estava amarrado destruindo-o e heroicamente, matando os filisteus, e morreram com eles Dalila e ele próprio.

Bibliografia:
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Bíblia