Andrea Matarazzo

Ensino Superior em Comunicação (Universidade Metodista de São Paulo, 2010)

Andrea Matarazzo foi um importante industrial, empresário e político.

Atuou como senador do Reino de Itália, foi conselheiro de finanças do governo no Brasil e também um dos maiores produtores de café da sua época.

É irmão do conde Matarazzo, figura importante no cenário econômico ítalo-brasileiro e na história da cidade de São Paulo.

Angelo Andrea Matarazzo nasceu dia 1 de janeiro de 1865 em Castellabate na província de Salerno, Itália. A família Matarazzo aparece nos registros do século XII tendo ascendência pertencente à nobreza, com membros que eram de convívio próximo ao imperador Frederico, o Barba Ruiva.

Matarazzo era o quinto dos nove filhos do advogado e fazendeiro Costabile Matarazzo e de Mariangela Jovane. Concluiu os primeiros estudos em Castellabate e ingressou na Academia Militar do Vêneto, nordeste da Itália.

Em 1881 seu irmão mais velho, Francesco, imigrou para o Brasil e estabeleceu-se em Sorocaba para comercializar banha de porco.

Após dois anos o negócio prosperou consideravelmente, e ao saber das notícias Matarazzo decidiu sair da Itália e mudar-se para o Brasil.

Quando chegou ao país, casou-se com Maria Virginnia Geraldi, integrante de uma rica e tradicional família italiana descendente do Papa Clemente XI.

Assim tornou-se cunhado do empresário e produtor de café Orazio Geraldi, proprietário de grandes fazendas na região de Campinas, interior de São Paulo. Em 1904 o negócio do cunhado foi à falência e Matarazzo adquiriu suas propriedades. Teve sucesso no empreendimento cafeeiro, gerando muito lucro e numerosos postos de trabalho. Em alguns anos Matarazzo atingiu o status de 5º maior produtor de café do Estado de São Paulo, 9º maior produtor do Brasil e o 15º maior produtor do mundo. Paralelamente, atuava como vice-presidente e diretor de finanças das empresas IRFM (Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo), fundadas pelo seu irmão Francesco.

Com os negócios prosperando, Matarazzo acumulou um patrimônio considerável e adquiriu dezenas de terrenos no bairro do Brás, em São Paulo.

No ano de 1901 foi nomeado senador do Reino de Itália e lá construiu sua residência, o Palazzo Matarazzo, que se tornou ícone para a arquitetura e importante destino turístico. Em estilo renascentista, o imponente imóvel foi erguido em uma área de 15 mil metros quadrados e decorado com requinte.

Matarazzo conquistou reconhecimento na Itália e influenciou fortemente o cenário econômico brasileiro com sua notável habilidade política, participando de projetos que promoveram a modernização no país. Fez parte da fundação do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) em 1928.

Em 1929 seu irmão Francesco recebeu o título de conde Matarazzo. E em 1930 o título estendeu-se ao senador, pelos excelentes serviços prestados à política real italiana entre 1900 e 1910. No ano de 1932 Matarazzo adquiriu o Bancco Polcenigo, o segundo maior da Itália e afiliado ao London and Brazilian Bank. Tornou-se sócio minoritário da instituição financeira e atuou como vice-presidente durante um período. Nessa época também foi conselheiro de finanças do governo brasileiro e recebeu o título de comendador da Ordem Cruzeiro do Sul, condecoração atribuída às importantes personalidades estrangeiras. Durante os anos de 1942-1943 Matarazzo manteve um polêmico envolvimento amoroso com Guiomar Novaes, considerada uma das maiores pianistas do século XX. O italiano patrocinava a artista, que era casada com seu amigo Octávio Pinto. Em 1944 Matarazzo foi nomeado Presidente de Honra da Sociedade Desportiva Palestra Itália (atual Sociedade Esportiva Palmeiras).

Andrea Matarazzo faleceu no dia 13 de setembro de 1953 em Turim, capital de Piemonte. Deixou 5 filhos e 3 filhas.

Fontes:

https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/acervo/francesco-matarazzo-maior-todos-434371.phtml

https://spcity.com.br/serie-avenida-paulista-da-vila-virginia-ao-edificio-brazilian-financial-center/?amp_markup=1

https://pt.wikipedia.org/wiki/Andrea_Matarazzo_(1865-1953)

Arquivado em: Biografias