José Murilo de Carvalho

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

José Murilo de Carvalho é um dos mais importantes Historiadores brasileiros.

Nascido no dia 8 de setembro de 1939 na cidade de Piedade do Rio Grande, José Murilo de Carvalho saiu do interior de Minas Gerais para desenvolver uma grande carreira científica e acadêmica. Na década de 1960, formou-se em Sociologia e Política pela Universidade Federal de Minas Gerais, daí em diante, continuou sua formação fora do Brasil. Na década de 1970, foi para os Estados Unidos desenvolver os estudos do Mestrado e do Doutorado em Ciência Política na Universidade de Stanford, na Califórnia. No mesmo lugar, fez seu primeiro Pós-Doutorado, sendo o primeiro curso especificamente na área de História.

Com uma sólida formação científica, José Murilo de Carvalho destacou-se no meio acadêmico nacional e internacional e atuou profissionalmente em várias universidades, como: Universidade Federal de Minas Gerais, Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro, Universidade de São Paulo, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade de Londres (ING), Universidade da Califórnia (EUA), Universidade de Leiden (HOL), Universidade de Notre Dame (FRA) e Universidade de Stanford (ING). Além de atuar também como pesquisador pela Fundação Rui Barbosa, Fundação Getúlio Vargas, The Institute for Advanced Study (EUA), Maison des Sciences de l’Homme (FRA) e pelo Centre d’Etude de Mouvements Sociaux (FRA).

José Murilo de Carvalho apresenta uma grande produção científica. Como pesquisador da História do Brasil, o Historiador busca interpretar a dinâmica conflituosa do imaginário político-social lançando mão, além das fontes tradicionais, de um vasto material cultural, como imagens plásticas, música, literatura e charges. Mantém-se sempre perto das questões de nação, cidadania, justiça e liberdade.

Entre os diversos livros e artigos publicados pelo Historiador, destacam-se as obras A Formação das Almas (1990), na qual aborda o impacto da República na formação do imaginário popular, e A Cidadania no Brasil (2001), onde traça um longo percurso de como se deu a construção da cidadania no país. O primeiro livro lhe rendeu os prêmios Jabuti e Banorte de Cultura Brasileira, ambos em 1991. E, com o segundo livro, recebeu o prêmio Casa de las Américas. Além desses, recebeu o prêmio de Melhor Livro de Ciências Sociais, em 1987, pela obra Os Bestializados (1987). Entre diversos outros prêmios, destacam-se também as medalhas de Oficial (1989) e Comendador da Ordem do Rio Branco (1991) ofertadas pelo Itamaraty.

José Murilo de Carvalho, junto com Celso Lafer, é o único brasileiro a fazer parte da Academia Brasileira de Letras e da Academia Brasileira de Ciências, ao mesmo tempo. O Historiador foi recompensado pela maestria de suas obras ocupando a cadeira de Rachel de Queiroz na Academia Brasileira de Letras, a partir do dia 10 de setembro de 2004. É um dos mais notáveis intelectuais brasileiros de todos os tempos.

Fonte:
http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=116

Arquivado em: Biografias