Papa Dâmaso II

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Dâmaso II foi o 151º papa da história da Igreja Católica.

Nascido na Baviera, Alemanha, no ano 1000, Poppo von Brixen foi destacado líder religioso de sua terra natal, onde exercia a função de bispo. Sabe-se muito pouco sobre sua história de vida e sobre sua formação eclesiástica, mas acredita-se que tenha sido proveniente de família nobre europeia.

Imagem do Papa Dâmaso II, Basílica de São Paulo (Roma, Itália). Foto: Zvonimir Atletic / Shutterstock.com

Na época em que viveu, os imperadores eram muito influentes na escolha dos papas. Foi o que aconteceu quando o Papa Bento IX renunciou. Para ocupar o posto religioso vago causado pela renúncia do Papa Bento IX, o imperador germânico Henrique III rapidamente indicou Poppo von Brixen para ser o sucessor. Tudo leva a crer que o bispo tinha bom relacionamento e afinidade com a nobreza germânica, já que se tratava de uma escolha muito significativa. Poppo von Brixen se tornou oficialmente papa no dia 17 de julho de 1048. O papa anterior havia renunciado ao cargo com o intuito de reparar seus defeitos, passando a realizar penitência voluntária em um mosteiro alemão no qual ficaria até sua morte.

O Papa Dâmaso II é mais um personagem de um tempo repleto de curiosidades. Ele foi o segundo pontífice germânico nomeado pelo imperador Henrique III e o terceiro papa germânico. Seu papado, contudo, foi um dos mais curtos da história, durou apenas 23 dias. Assim como seu antecessor, o Papa Dâmaso também renunciou ao cargo com o intuito de se purificar, no dia nove de agosto de 1048. Ele retirou-se para a Palestina para viver em penitência, mas acabou sendo vitimado pela malária. O papa sequer teve tempo para qualquer ato marcante para a Igreja Católica ou para deixar qualquer legado. Não se sabe ao certo o motivo da renúncia dos dois papas, mas sabe-se que a pressão e a interferência do imperador Henrique III era grande. O que se pode constatar pela própria nomeação de Poppo von Brixen e também de seu sucessor. Com a renúncia de Dâmaso II, Henrique III escolheu seu primo, Bruno de Egisheim e Dagsburgo, que era homem de muita confiança também do imperador, para se tornar o Papa Leão IX.

O papado de Dâmaso encerrou um período turbulento para a Igreja Católica que é chamado por muitos de idade das trevas da instituição, em função dos breves papados, das disputas políticas e da grande interferência dos imperadores na escolha dos líderes religiosos. Esta fase seria seguida por uma época de grande dominação social, econômica e cultural da Igreja Católica, detentora do poder e influente no destino da humanidade durante a Idade Média.

Fonte:
DUFFY, Eamon. Santos e Pecadores: história dos Papas. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Petrópolis: Editora Vozes.THOMAS, P. C. A Compact History of the Popes. St Paulos BYB, 2007.

Arquivado em: Biografias