Uso de matriz extracelular para regeneração muscular

Os músculos são muito importantes para o corpo humano, representando 40% do peso corporal, além disso, são os únicos geradores capazes de produzir movimento articular realizando contração através da conversão de energia química em mecânica.

Infelizmente, a lesão muscular é algo muito comum entre as pessoas, principalmente, entre os esportistas. O tratamento para este tipo de lesão é demorado e para quem sofre lesões musculares mais intensas, os tratamentos existentes são muito limitados.

Diante disso, pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, encontraram na bexiga do porco uma forma de regenerar a musculatura humana. A equipe provocou a mobilização de células tronco capazes de recuperar parte do tecido perdido implantando a matriz extracelular do órgão do animal em pacientes que perderam parte de músculos da perna. Ademais, não houve rejeição pelo sistema imunológico, visto que a matriz extracelular da bexiga do porco não contém células e sua composição é semelhante a da matriz extracelular humana, destaca o pesquisador.

Depois de realizar testes, que foram bem sucedidos, em camundongos com lesão na musculatura dos quadris, a técnica foi aplicada em cinco homens que perderam cerca de 58% a 90% de parte dos músculos da perna. O tecido cicatrizado ao redor da lesão foi retirado e a matriz extracelular da bexiga do porco foi adicionada próxima a vasos sanguíneos que irrigam a área. Dois dias após a cirurgia, os pacientes foram submetidos a fisioterapia, e depois de um semestre, três dos cinco pacientes recuperaram pelo menos 25% da função do músculo afetado.

Segundo o médico e coautor da pesquisa Stephen Badylak, os peptídeos liberados na degradação da matriz extracelular recrutam células tronco do próprio paciente para o local da lesão que se diferenciam em células musculares.

Assim, por essa terapia não exigir a implantação de novas células, o tratamento fica mais simples e mais barato. Outro ponto positivo dessa técnica é que é acessível a qualquer equipe médica. “Não pretendíamos criar uma terapia que só possa ser executada em nosso hospital universitário. O real valor está em qualquer cirurgião poder conhecer a ciência por trás da metodologia e obter em seus pacientes os mesmos resultados que tivemos nos nossos”, completa o pesquisador.

Por: Letícia Yurie Kuae
Trainee do Departamento de Projetos
Empresa Júnior Biotec Júnior - Gestão 2015

REFERÊNCIAS:
Lesão Muscular: conceitos e tratamento. Disponível em: http://www.adrianoleonardi.com.br/lesao-muscular-conceitos-e-tratamento/ Acesso em 25 de julho de 2015.

Músculo regenerado. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2014/05/musculo-regenerado. Acesso em 25 de julho de 2015.

Arquivado em: Sistema Muscular