Terrier Australiano

O Terrier Australiano, também conhecido como Silky Terrier Australiano, ou ainda, Terrier de Sidney, trata-se de uma raça de cão que se originou na Austrália, embora seus ancestrais sejam da Grã-Bretanha.

Provavelmente resulta da cruza entre Skye e Yorkshire. O desenvolvimento desta raça iniciou-se por volta de 1820 e inicialmente recebeu o nome de Rough Coated Terrier. Foi reconhecida oficialmente somente em 1850 e, posteriormente, em 1892 foi renomeada como Terrier Australiano.

Os cães desta raça foram exibidos pela primeira vez em uma exposição de cães em 1906, em Melbourne. Pouco tempo depois, em 1933, o Kennel Club britânico reconheceu a raça, enquanto que o American Kennel Club reconheceu-a somente em 1960.

Terrier Australiano. Foto: Capture Light / Shutterstock.com

Descrição

São pequenos, apresentando pernas curtas, medindo aproximadamente 25 cm de altura na cernelha e pesando em torno de 6,5 kg.

A cabeça tem comprimento moderado, com focinho um pouco mais curto do que o crânio. Os olhos são pequenos, redondos e inseridos no plano da pele, de tonalidade bem escura. As orelhas, que apresentam formato de “V”, são pequenas, portadas eretas e livre de pelos longos.

Possuem pelagem mais curta nos membros anteriores e posteriores, pés e focinho, além de não apresentar colar ao redor do pescoço. No restante do corpo, a pelagem mede de 13 a 15 cm de comprimento, sendo bem assentada, sedosa e brilhante. A coloração varia de tons de azul ou castanho, com topete de cor mais clara, bem como marcas na face, orelhas, corpo e membros, no tom de areia.

A cauda é de inserção alta, cortada, sem franja e portada empinada.

Terrier Australiano. Foto: Capture Light / Shutterstock.com

Temperamento

Os Terrier Australianos são cães alertas, que apresentam uma agressividade natural de um caçador de ratos. São animais muito inteligentes e obedientes, atributos que os tornam cães fáceis de serem treinados. Da mesma forma que acontece com outros Terriers, podem ser um pouco agressivos e mandões, sendo necessários, portanto, tomar cuidado quando eles convivem em um ambiente com outros animais.

Saúde

São animais que vivem, em média, 11 anos. Os problemas de saúde mais comumente observados são: problemas endócrinos, especialmente diabetes; dermatite alérgica; e problemas músculos-esqueléticos. Além disso, outras desordens relacionadas incluem: catarata e otite.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Terrier_australiano
http://www.saudeanimal.com.br/silky.htm

Arquivado em: Cães