Catecol

Também denominado pirocatecol, o catecol é um composto orgânico representado pela fórmula química C6H6O2. Trata-se de um sólido em condições ambientes, normalmente encontrado sob a forma de cristais incolores, de odor característico, solúvel em água, com massa molar de 110,1 g/mol, densidade de 1,344 g/cm³, ponto de fusão de 105 °C e ponto de ebulição de 245,5 °C.

Em 1839, o catecol foi obtido pela primeira vez, síntese que se deu a partir do catecino, substância presente na planta Acacia catechu, daí o nome catecol. Industrialmente, o catecol pode ser obtido através da hidroxilação do fenol, usando, para isso, o peróxido de hidrogênio (H2O2). Embora o catecol tenha sido batizado com esse nome quando foi isolado, o nome oficial desse composto é pirocatecol, segundo as Recomendações para Nomenclatura de Química Orgânica de 1993 da IUPAC (União Internacional da Química Pura e Aplicada). Outras nomenclaturas também podem ser utilizadas, como, por exemplo, 2-hidroxifenol, pirocatecino, 1,2-dihidroxibenzeno e benzen-1,2-diol.

Na natureza, a substância pode ser encontrada em alguns vegetais. A oxidação do catecol produz benzoquinona, substância com propriedades antimicrobianas, comumente empregada no combate a infecções de plantas. Devido exatamente ao seu poder antimicrobiano, o catecol é aplicado à farmacologia como antisséptico tópico. Na Medicina, a oxidação do catecol é aplicada às pesquisas oncológica (relacionadas às células cancerígenas). Algumas pesquisas científicas afirmam que as substâncias provenientes da oxidação do catecol também podem ser úteis à defesa do organismo contra células de glioblastomas, célula que formam tumores malignos letais muito frequentes no cérebro.

A exposição ao catecol pode trazer riscos à saúde humana, sendo possível sua absorção pelas vias oral, dérmica e respiratória. Caso seja inalado, provoca tosse e dificuldade de respirar; o contato com pele e olhos causa vermelhidão e pode ocasionar queimaduras profundas. O catecol é inflamável (com ponto de fulgor de 127 °C) e num processo de combustão atua como combustível, por isso, a substância não deve estar sujeita a situações passíveis de incêndio.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Catecol
http://www.patentesonline.com.br/derivados-de-catecol-aplicacao-de-derivados-de-catecol-e-medicamento-3443.html

Arquivado em: Compostos Químicos