5 dicas para você gesticular em apresentações

MBA em Comunicação Corporativa (Anhembi Morumbi, 2009)
Graduada em Fonoaudiologia (PUC-SP, 2005)

Quando utilizada de maneira correta, a gesticulação contribui para um melhor entendimento das informações transmitidas. Na hora de fazer uma apresentação importante, as mãos, os olhos, a postura e toda a expressão corporal devem acompanhar seu raciocínio de forma harmônica. Cada atitude possui um papel complementar à mensagem, que terá sucesso ou fracasso, dependendo de como é emitida.

Existem treinos e técnicas que podem contribuir na hora de gesticularmos bem em apresentações. Conhecer as técnicas não significa repeti-las mecanicamente, mas passar a gesticular com naturalidade. Além disso, a individualidade de cada um também se manifesta em como sua linguagem corporal se expressa, pois movimentos específicos são desenvolvidos ao decorrer da vida. É a partir da união entre os gestos que pertencem a você e às técnicas de oratória que percebe-se uma comunicação espontânea e real.

Foto: Bolyuk Rostyslav / Shutterstock.com

Qual a importância de gesticular no ambiente de trabalho?

No ambiente de trabalho, os gestos ganham relevância incontestável. Eles podem ser articulados por meio de expressões faciais, mãos, braços, pés e o corpo todo. Mas cuidado com os extremos! Se você tem o costume de gesticular demais, isso pode comprometer sua apresentação, tirando a atenção e incomodando quem ouve.

Já para quem fala sem mexer os braços, com as mãos nos bolsos e sem esforço para movimentar-se, o resultado também é a perda do interesse no conteúdo. Como tudo, é preciso encontrar o equilíbrio. Se os gestos forem realizados de maneira natural e sem excessos, seu discurso será menos entediante e mais atraente. Por isso, é preciso aprender a emitir a mensagem que você deseja, através de seu corpo, eliminando os ruídos comunicacionais.

Para você ter sucesso em suas apresentações, selecionamos cinco dicas importantes que envolvem a postura e a gesticulação.

Veja:

1. Use as mãos em sincronia com a fala

As mãos devem ser movimentadas de acordo com o conteúdo falado e não de maneira repetitiva. Ela pode auxiliar a enfatizar uma frase e demonstrar as diferentes emoções condizentes com o conteúdo ministrado. Durante a apresentação, tente evitar qualquer mania com as mãos e escondê-las nos bolsos ou ficar de braços cruzados.

2. Olhe para toda a plateia

A avaliação do contexto do público envolvido pode ajudar a saber quais os gestos mais adequados para determinado grupo. Assim, aumenta-se a probabilidade de acertos, influência e eficácia no discurso. Por isso, dirija-o para o público, ainda que não esteja vendo ninguém. E lembre-se de não desviar o olhar, pois isso demonstra insegurança.

3. Utilize gestos apropriados para o ambiente

Cada situação exige um tipo de comportamento. Se estiver em pé, gesticule de forma mais ampla para atrair a atenção de todos. Nesse caso, a área ideal para transmitir naturalidade é a acima da linha da cintura e abaixo da linha do queixo. Agora, se você estiver sentado, procure gestos mais comedidos para não demonstrar agressividade ou invadir o espaço do outro.

4. Movimente-se

É preciso que todos te vejam, por isso escolha três pontos no local da apresentação, onde possa andar e ser visto. Você já reparou naquelas pessoas que se movimentam de um lado para o outro quando estão falando? Pois então, não faça isso. Use o movimento para conquistar a atenção em determinados temas de sua fala.

5. Deixe as mãos livres

Há quem goste de segurar um papel nas mãos com os itens que abordará. No entanto, isso faz com que seu olhar fique preso nas anotações e se desvie do público. Se for muito necessário lembrar de alguns pontos, crie um roteiro com palavras-chave e letras grandes para deixá-lo em algum local onde possa recorrer a ele. A dica serve para evitar ter qualquer objeto nas mãos, seja caneta, papel, copo, entre outros. Assim, suas mãos poderão se expressar da melhor maneira.

Sempre que for se apresentar, lembre-se que a comunicação vai muito além das palavras: nos comunicamos através de gestos, olhares e postura!

Arquivado em: Comunicação