Espírito Santo de Deus

Espírito Santo de Deus ou Divino Espírito Santo

De acordo com as denominações cristãs que se intitulam “Trinitárias”, a Santíssima Trindade é formada pelo Pai (Deus), o Filho (Jesus Cristo) e o Espírito Santo. A Bíblia (Palavra de Deus, escrituras sagradas e fonte de registros fundamentais da fé cristã), faz diversas referências e identificações deste que seria a terceira “pessoa” da santíssima trindade.

A concepção virginal de Jesus é relatada na Bíblia, nos indicando que, antes mesmo que Jesus nascesse, foi por meio da manifestação do Espírito Santo, que Maria sua mãe, geraria o Messias:

Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, ela se achou ter concebido do Espírito Santo. E como José, seu esposo, era justo, e não a queria infamar, intentou deixá-la secretamente. E, projetando ele isso, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, pois o que nela se gerou é do Espírito Santo; ela dará à luz um filho, a quem chamarás Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.Ora, tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que fora dito da parte do Senhor pelo profeta: Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, o qual será chamado Emanuel, que traduzido é: Deus conosco. E José, tendo despertado do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu sua mulher; e não a conheceu enquanto ela não deu à luz um filho; e pôs-lhe o nome de Jesus”. (Mt 1,18:25)

O capítulo 3 do evangelho de João relata a atuação dele no nascimento de um novo homem novo após o batismo:

“Jesus respondeu: Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus se não nascer de novo.
Nicodemos perguntou:  Como é que um homem velho pode nascer de novo? Será que ele pode voltar para a barriga da sua mãe e nascer outra vez?
Jesus disse:Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: Ninguém pode entrar no Reino de Deus se não nascer da água e do Espírito. Quem nasce de pais humanos é um ser de natureza humana; quem nasce do Espírito é um ser de natureza espiritual. Por isso não fique admirado porque eu disse que todos vocês precisam nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouve-se o barulho que ele faz, mas não se sabe de onde ele vem, nem para onde vai. A mesma coisa acontece com todos os que nascem do Espírito”.

E o evangelho de Lucas, traz mais informações acerca da presença do Espírito Santo no batismo e inclusive a simbolização dele em forma de Pomba – como mostram os trechos abaixo:

"...disse João a todos: Eu, na verdade vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo " (Lc 3:16).

E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo” (Lc 3:22).

Em meio a inúmeras passagens bíblicas, àquela que merece destaque, está registrada no livro de Atos dos apóstolos:

E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. At 2:1,4)”

Este momento ficou conhecido como Pentecostes e para várias denominações cristãs, seria um marco do início da Igreja de Jesus na Terra.

Na ciência, o estudo teológico do Espirito Santo é denominado Pneumatologia; e é fato que apesar de essencialmente cristãs, as igrejas podem apresentar alguma compreensão diferente em algum aspecto do papel dele, podendo afirmar por exemplo que sua procedência seja apenas do Pai se manifestando através de seu filho Jesus, ou afirmando que o Espírito Santo procede tanto do Pai quanto do Filho, estabelecendo entre eles alguma distinção. Controvérsias a parte, todas as denominações parecem reconhecer a importância dele na unidade, como  presença de Deus na santificação da igreja e dos que creem.

Sob a perspectiva de direcionar os que creem em Cristo ao longo de suas vidas, o Espírito santo é referenciado como responsável por dar convencimento do pecado e da convicção da fé; e por favorecer o entendimento para compreender as escrituras sagradas. Sobretudo, diante da conscientização de uma nova vida em cristo “todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens” (Mt 12:31). 

O mistério do Espírito Santo, contudo, nos permite identificar que ele não é a personificação de um indivíduo e ainda, é a comprovação de que não há separação entre Deus e os que nele creem, na medida em que cuida e orienta dos seus na terra:

“Do mesmo modo também o Espírito nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” (Rm 8:26)

"Quando vos conduzirem para vos entregar, não vos preocupeis com o que haveis de dizer, mas falai o que vos for dado naquela hora; porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo" (Mt 10:20).

Baseados na orientação feita por Jesus, após a sua ressurreição, os cristão defendem que ainda nos dias atuais e a qualquer tempo futuro, a atuação do Espírito Santo será permanente: "Ide, pois, e fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo" (Mt 28,19) .

Bíbliografia:
http://www.biblia.gospelmais.com.br
http://www.estudosdabiblia.net
http://www.bibliaonline.com.br
http://www.prazerdapalavra.com.br
http://www.renovado.kit.net
http://www.estudosgospel.com.br
A Bíblia da Mulher: leitura, devocional, e estudo. 2 ed, Barueri SP: sociedade Bíblica do Brasil 2009.
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.

Arquivado em: Cristianismo