Missões

As missões são práticas religiosas que tem como objetivo fundamental a propagação do Cristianismo entre povos que não eram Cristãos. Os participantes das missões seguem uma filosofia que Jesus Cristo deu aos seus apóstolos para pregarem o Evangelho pelo mundo à aqueles que não eram cristãos.

As missões agem da seguinte maneira, elas se estruturam e se inserem em comunidades e procuram integrar os princípios cristãos com a realidade de vida dos povos em que se implantam. Por exemplo, na colonização Portuguesa no Brasil existia as missões, que eram feitas pelos membros da Companhia de Jesus conhecidos como Jesuítas. Tal Ordem foi fundada por Inácio de Loyola no ano de 1534.

Tal Ordem tinha como objetivo propagar o Cristianismo dentre os povos que não cristãos. Nesse caso (o Brasil) eram os índios. Os índios nunca tinham ouvido falar em Cristianismo, pelo contrário, sempre foram muito fiéis as suas crenças religiosas. O caminho encontrado pelos Jesuítas para catequizar os Índios Brasileiros foi o Teatro. Na peça teatral feita pelos próprios Índios os Jesuítas iam incluindo certos dogmas da Igreja Católica, assim facilitaria o entendimento dos índios e lapidaria a sua catequização, além de ultrapassar a esfera religiosa e fazer com que a catequização assuma um carácter social, educativa, assistencial e muitas vezes (como vemos com o exemplo do teatro) também assumia carácter artístico e cultural.

De acordo com alguns historiadores, o primeiro grande missionário foi Paulo de Tarso que contextualizou o cristianismo para o povo grego-romano, fazendo com que retornassem a suas origens judaicas. Assim seu exemplo foi seguido por vário religiosos ao longo dos séculos, mais nem sempre tudo foi um mar de rosas. Há fatos que comprovam que muitas das missões não deram certo, tendo impacto destrutivos em algumas culturas, transformando completamente certas culturas originais e por isso que muitas delas tem uma grande resistência a esse tipo de propagação.

Dentre as missões mais famosas e importantes da historia estão a catequização dos índios americanos, onde os Jesuítas converteram totalmente vários povos indígenas, dando origem a uma cultura completamente sincrética e heterogênea.

Hoje em dia as missões não tendem a impor suas visões sobre algumas culturas nativas, o que ela tenta fazer é apresentar os dogmas da maneira mais clara possível para que os próprios indivíduos possam ter a opção de escolher ou não aquela crença. Há também atualmente uma critica muito grande em relação as missões, pois hoje há uma valorização muito grande das culturas tradicionais e o que missões vem fazer é interferir nessas culturas e nessas estruturas que já existem. Por isso a critica.

Agora por outro lado eles tem uma ação assistencial super organizada, e tem sido de grande utilidade em regiões que tem conflitos militares, marcados pela fome ou pela pobreza.

Arquivado em: Cristianismo