Purgatório

Segundo a definição da Enciclopédia Católica, purgatório consiste em “um lugar ou condição de punição temporal para aqueles que, deixando esta vida na graça de Deus, não estão inteiramente livres de erros veniais, ou não pagaram completamente a satisfação devida pelas suas transgressões”.

Purgatório consiste em um castigo temporário no qual as almas passam por um processo de purificação, nele, as almas dos mortos são preparadas para ir ao reino de Deus. Este conceito tem sua associação a um ritual latino da Igreja Católica latina, mas existe em instituições católicas do Oriente e é professado pelos Anglo-Católicos. Porém, nem sempre o rito é conhecido pelo nome de purgatório.

No caso da Igreja Ortodoxa, a crença é de que as almas dos falecidos, para serem purificadas, precisam da oferta da Divina Liturgia e das orações das pessoas enquanto vivas. Entre os ortodoxos, principalmente os ascetas, ocorre a espera da apocatástase, que é a representação da redenção e salvação final de todos os seres humanos.

Na religião mórmon existe um conceito semelhante ao do purgatório, no qual há possibilidade de salvação final. Já no judaísmo, a crença na purificação pós-morte por ser compreendida em Geena ou Vale de Hinom, um local em torno da Cidade Antiga de Jerusalém que seria a representação do purgatório judeu. Entretanto, este tipo de purificação presente nestas religiões tem suas características negadas em diversas outras crenças.

Em uma concepção mais moderna, o termo purgatório é associado a vários tipos de sofrimento em busca da melhora e da purificação. Pode ser utilizado, sem especificidade religiosa, para qualquer lugar onde se passe por condições tormentosas ou de sofrimento temporárias. Na cultura do povo, o purgatório é visto como um lugar físico, já no catolicismo, ele é apenas uma condição da alma.

Para os protestantes, apesar das diversas linhas de doutrinas divergentes, o purgatório não existe. Eles consideram que a situação de santidade e salvação da alma deve ser alcançada durante a vida, tornando-se uma missão impossível depois da morte. Isso ocorre, pois os quadrangulares, luteranos, presbiterianos, batistas e metodistas não consideram o livro de II Macabeus, onde é encontrada a definição de purgatório, como obra de inspiração divina.

De acordo com a definição do Grande Dicionários Houaiss da Língua Portuguesa, purgatório pode ter significado de “que purga, limpa, purifica; purificatório, expiatório” ou “lugar onde as almas dos que cometeram pecados leves acabam de purgar suas faltas, antes de ir para o paraíso “.

Fontes:
REEBER, Michael. Religiões: Mais de 400 termos, conceitos e idéias; Tradução de Luiz Cavalcanti M. Guerra. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.
http://www.gotquestions.org/Portugues/purgatorio.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Purgat%C3%B3rio
http://houaiss.uol.com.br/busca.jhtm?verbete=purgat%F3rio&stype=k

Arquivado em: Cristianismo