Dia dos Pais

No Brasil, o dia dos pais é celebrado no segundo domingo do mês de agosto. Em 1953, o publicitário Sylvio Bhering sugeriu o dia 16 de agosto, dia de São Joaquim, como o dia em que os pais deveriam ser homenageados, como forma de celebrar a família. O segundo domingo de agosto surgiu pela necessidade de que a comemoração ocorresse no domingo, dia em que as famílias tinham mais condições de estarem reunidas. São Paulo adotou a comemoração dois anos depois.

Mas os pais foram homenageados pela primeira vez nos Estados Unidos, em 1910, na cidade de Washington. Consta que Sonora Louise Smart Dodd teve a idéia de homenagear seu pai em 1909, ao assistir uma homenagem as mães. Sonora admirava seu pai por ele ter criado sozinho, ela e seus cinco irmãos, após a morte de sua mãe, em 1898.

Decidida, Sonora solicitou a Associação Ministerial de Spokane que instituísse um dia em homenagem aos pais, e pediu auxilio para uma Entidade de Jovens cristãos, que a apoiaram. Dessa forma, em 19 de junho de 1919, data do aniversário do pai de Serena, foi comemorado o primeiro Dia dos Pais. A idéia se espalhou para os demais estados, mas a comemoração do Dia dos Pais só foi oficializada pelo presidente Lyndon Johnson, em 1966. Desde então, o Dia dos Pais é comemorado todos os anos, no terceiro domingo de junho.

Muitos países comemoram o Dia dos Pais no mesmo dia em que é comemorado nos Estados Unidos, e outros tantos em datas variadas, como: Brasil (segundo domingo de agosto); Espanha, Portugal, Itália (19 de Março, dia de São José); Finlândia, Estônia, Noruega, Suécia (segundo domingo de novembro); Nova Zelândia (primeiro domingo de Setembro); Austrália (segundo domingo de setembro); Rússia (23 de fevereiro), entre outros.

Tribos indígenas, judeus e ciganos tem uma tradição patriarcal muito forte, de forma que a figura do pai é determinante na criação dos filhos.

Arquivado em: Datas Comemorativas