Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher é comemorado anualmente em 8 de março. A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, com o objetivo de relembrar as lutas sociais, políticas, econômicas das mulheres no mundo todo.

O Dia Internacional da Mulher é comemorado todos os anos no dia 8 de Março. Ilustração: ZWD / Shutterstock.com

História do Dia Internacional da Mulher

De acordo com os registros históricos, o primeiro Dia Internacional da Mulher foi celebrado em 28 de fevereiro de 1909, nos Estados Unidos, por iniciativa do Partido Socialista da América.

Foi a partir da Revolução Industrial de 1789, que elas passaram a ir para as ruas, exigindo melhores condições de trabalho, igualdade entre os sexos, melhores salários, entre outros fatores.

Durante anos consecutivos, em diversos países ocorreram manifestações, reunindo multidões de mulheres que reivindicavam por seus direitos.

Nesta época, as condições trabalhistas, principalmente em fábricas, eram insalubres, perigosas e desumanas. Frequentemente, homens e mulheres protestavam por melhorias. Apesar do sofrimento ocorrer com todos os funcionários (ambos os sexos), as mulheres eram ainda mais prejudicadas.

Os salários das mulheres eram mais baixos, as jornadas de trabalho de indústrias têxtil e de vestuário, por exemplo, chegavam até 16 horas, além de serem espancadas e assediadas sexualmente.

Em 1910, aconteceu a primeira Conferência Internacional de Mulheres, em Copenhague, na Dinamarca, direcionada pela Internacional Socialista organização global de partidos social-democratas, socialistas e trabalhistas. Na ocasião, a proposta de instituir uma data em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, da socialista Clara ZetKin, foi aprovada. No entanto, nenhuma data havia sido especificada. Zetkin, liderava um grupo que lutava pela igualdade de direitos.

No ano seguinte, em 1911, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado por milhares de pessoas na Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça. Em 25 de março do mesmo ano, houve um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist, nos Estados Unidos, onde morreram 146 trabalhadores, sendo a maioria mulheres. Depois desta tragédia, para muitas pessoas foi um fato que deu origem ao Dia Internacional da Mulher.

Os primeiros protestos das mulheres pelo direito ao voto iniciou em 1893, na Nova Zelândia por meio do Sufrágio Feminino (conquista pelo voto), liderado por Kate Sheppard. Em 1897, no Reino Unido, com a fundação da União Nacional pelo Sufrágio Feminino, liderada pela educadora britânica, Millicent Fawcett. Nos Estados Unidos, as mulheres começaram a protestar pelo direito ao voto em 1912.

Em 23 de fevereiro de 1917 - no antigo calendário russo e considerado 8 de março no calendário gregoriano, um grupo de operárias foi às ruas para lutar contra a Primeira Guerra Mundial e suas consequências, como a fome, a calamidade, entre outros aspectos. Este foi o marco inicial da Revolução Russa. Após a revolução, a data foi oficializada entre os soviéticos como celebração da “Mulher heroica e trabalhadora”.

Em muitos países o Dia Internacional da Mulher é considerado feriado nacional. O objetivo da criação da data não foi apenas para homenageá-las nas lutas e conquistas ao longo do tempo, mas também, continuar debatendo e buscando por seus direitos e igualdade. Apesar de muitas vitórias obtidas, a mulher ainda sofre discriminação, preconceito, desvalorização profissional, violência física e psicológica, assédio, entre outras injustiças.

Referências:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-43324887

http://www.multirio.rj.gov.br/index.php/leia/reportagens-artigos/reportagens/81-a-origem-do-dia-internacional-da-mulher

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sufr%C3%A1gio_feminino

Arquivado em: Datas Comemorativas