População do Suriname

A composição étnica e cultural da população do Suriname é marcada pela diversidade e complexidade. São vários grupos de diferentes origens, sendo:

- Indianos e paquistaneses - 37%
- Eurafricanos – 31%
- Javaneses (indonésios)- 15%
- Afro-americanos - 10%
- Ameríndios - 3%
- Chineses - 2%
- Outros - 2%

A população do país é de aproximadamente 470.784 (Julho 2007). Desses, cerca de 10% são brasileiros, a maioria ilegais. Metade da população vive em regiões urbanas, principalmente na capital Paramaribo.

Embora o idioma oficial seja o holandês, são faladas outras línguas como o javanês, o hindi, o crioulo, o francês e o inglês. Alguns dialetos são muito utilizados no Suriname, preservando-se as línguas dos povos de origem americana, como os seguintes: como o arauque, aucano (n'Djuga) e o saramacano.

O crescimento da população foi de 1, 103% (2007). Cada mulher tem, em média, 2,03 filhos. A taxa de mortalidade infantil no país é de 20, 11 crianças a cada 1000 nascimentos. A expectativa de vida no Suriname é de 71 anos para os homens e 76 anos para as mulheres.

Com tamanha diversidade de culturas, são várias as religiões no país. Cerca de 44% da população são cristãos, sendo 23% são protestantes, 21% católicos, 26% são hinduístas, 19% são muçulmanos e 5% ou são judeus ou realizam outros cultos da tradição dos ameríndios.

A utilização do mercúrio nos garimpos clandestinos de ouro preocupa os profissionais de saúde do país. A contaminação por mercúrio pode atingir a população através da ingestão de peixes. A malária é comum entre a população.

A migração de cidadãos naturais do Suriname é muito grande, tendo como principal destino os Estados Unidos.

O sistema educacional do Suriname, herança deixada pelos holandeses, tem boa qualidade. O analfabetismo no país foi de 5,8% em 2000.

A comida típica do país é baseada na mistura de receitas das Índias, dos crioulos e dos chineses. O prato do cotidiano são os warungs, feitos com arroz e macarrão frito, receita de origem javanesa.

Arquivado em: Demografia, Suriname