Síndrome do Nariz Branco

A síndrome do nariz branco consiste em uma doença emergente, que acomete morcegos e que levou à morte mais de 5 milhões desses mamíferos  na América do Norte. Esta afecção recebe esse nome devido à presença de fungos, de coloração esbranquiçada, ao redor dos focinhos e nas asas dos morcegos.

Foi descrita pela primeira vez em 2006, encontrada em uma caverna em Schoharie Country, em Nova Iorque. Esta doença difundiu-se com grande rapidez e, no ano de 2010, foi observada em mais de 115 cavernas e minas nos Estados Unidos.

O provável fungo responsável pela síndrome é o Geomyces destructans que, aparentemente, cresce somente em temperaturas entre 4°C a 15°C e afeta morcegos que hibernam. Além do crescimento do fungo no focinho, que apresenta cor branca, os morcegos acometidos costumam  apresentar comportamento anormal em seus locais de hibernação, como voos diurnos e movimentos em direção à saída das cavernas. Este comportamento anormal pode contribuir para o consumo de reserva de energia, o que pode levar os animais à morte.

Um dos prováveis impactos causados por está síndrome está relacionado ao controle de pragas nas lavouras, pois os morcegos, em regiões temperadas, são grandes consumidores de insetos.

Fontes:
http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/a_estranha_doenca_que_esta_matando_morcegos_imprimir.html
http://en.wikipedia.org/wiki/White_nose_syndrome
http://www.nwhc.usgs.gov/disease_information/white-nose_syndrome/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças animais