Cutis Verticis Gyrata

A cútis verticis gyrata consiste em um transtorno congênito ou adquirido, que se caracteriza clinicamente pelo excesso de pele no couro cabeludo, originando dobras espessas e levando à diminuição de cabelos nos locais afetados. Foi primeiramente descrita em 1837, por Alibert.

O número de dobras no couro cabeludo pode varia de 2 a 10, que comumente são macias e esponjosas. Estas dobras não podem ser corrigidas fazendo pressão no local. Tipicamente surgem na região central e traseira da cabeça, porém podem afetar todo o couro cabeludo, em certos casos.

Este transtorno é classificado de acordo com a presença ou não de causa subjacente. Pode ser classificada em:

  • Primária essencial: não possui causa conhecida. Afeta principalmente homens (5-6:1), desenvolvendo-se logo após a puberdade. Pela lenta evolução da doença, geralmente assintomática, costuma passar despercebida na fase inicial. Geralmente outras anormalidades são encontradas associadas.
  • Primária não essencial: pode ser relacionada a distúrbios neuropsiquiátricos, envolvendo paralisia cerebral, epilepsia, convulsões e alterações oftalmológicas (catarata é a mais comum).
  • Secundária: decorrente de uma gama de desordens ou do uso de certos medicamentos que causam alterações na estrutura do couro cabeludo, incluindo acromegalia, uso exacerbado de fármacos que imitam a acromegalia, nevo melanocítico e processos inflamatórios.

O diagnóstico é feito por meio da exclusão de outras desordens que levam a um quadro clínico semelhante.

O tratamento pode ser sintomático (conservador) ou cirúrgico. É importante ter cuidado com a higiene local, pois pode haver acumulo de secreções resultando em mau odor. O tratamento cirúrgico tem como objetivo melhorar a estética local.

A cirurgia pode ser feita por meio da ressecção total da lesão e enxertia; colocação de expansor na pele sadia e enxertia; ressecção parcial da parte volumosa da lesão.

Fontes:
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0021-75572002000100016&script=sci_arttext
http://en.wikipedia.org/wiki/Cutis_verticis_gyrata
http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2008/anais/arquivosEPG/EPG01434_01_O.pdf

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças congênitas