Síndrome de Babinski-Fröhlich

A síndrome de Babinski-Fröhlich, também denominada Síndrome Fröhlich, obesidade Fröhlich, ou ainda, distrofia adiposogenital, consiste em um transtorno caracterizado pela obesidade feminina e infantilismo sexual, atrofia ou hipoplasia gonadal e alterações das características sexuais femininas.

Foi primeiramente descrita pelo neurologista francês Joseph François Félix Babinski, no ano de 1900, sendo auxiliado por um farmacologista austríaco, Alfred Fröhlich.

As manifestações clínicas incluem:

  • Obesidade feminina;
  • Retardo do crescimento;
  • Atraso do desenvolvimento sexual;
  • Hipoplasia gonadal;
  • Alterações das características sexuais secundárias femininas;
  • Cefaleia;
  • Problemas de visão;
  • Poliúria;
  • Polidpsia.

Esta condição pode surgir na infância, porém é mais comum surgir durante a puberdade e, ocasionalmente, após a adolescência. O equivalente do adulto recebe o nome de infantilismo pituitário, levando a um aumento de apetite e diminuição da liberação de gonadotrofina. Este tipo, embora afete ambos os sexos, é mais comum em homens.

Fontes:

http://www.whonamedit.com/synd.cfm/1792.html

http://www.infobiografias.com/biografia/12725/Joseph--Babinski.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Adiposogenital_dystrophy

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Síndromes